Condic Foco em descentralizar investimentos de R$ 22,5 milhões para Pernambuco

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 07/10/2019 16:27 Atualizado em: 07/10/2019 16:38

Reunião serve para analisar projetos de concessão de incentivos fiscais de empreendimentos interessados em se implantar ou ampliar suas atividades em Pernambuco. Foto: Eduarda Andrade/AD Diper/Divulgação
Reunião serve para analisar projetos de concessão de incentivos fiscais de empreendimentos interessados em se implantar ou ampliar suas atividades em Pernambuco. Foto: Eduarda Andrade/AD Diper/Divulgação

O interior do estado ganhou atenção na quinta reunião do Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic). No encontro, realizado nesta segunda-feira na sede da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), foram aprovados 32 projetos, sendo 12 de indústrias, oito de importadoras e mais 12 de centrais de distribuição. A atração de investimentos foi de R$ 22,5 milhões para Pernambuco, sendo R$ 16,1 milhões destinados à Região Metropolitana do Recife e R$ 6,4 milhões para o interior. Além disso, das 263 vagas de empregos aprovadas, 203 estão fora do Grande Recife.

Entre os 12 projetos aprovados para indústrias, cinco são de implantação, cinco de ampliação com nova linha de produtos, um de manutenção do poder competitivo e 1 de isonomia. Cinco municípios pernambucanos foram contemplados na RMR, como Jaboatão dos Guararapes, Paulista, Recife, Cabo de Santo Agostinho e Abreu e Lima. Já no interior, seis municípios foram contemplados, como Bonito, Belo Jardim, Bodocó, Pesqueira, Vitória de Santo Antão e Lagoa Grande.

Em relação à geração de empregos, o destaque ficou para a empresa Fabricação de Colchões e Estofados Lunicks Eireli, que será implantada em Bonito, com 96 vagas diretas. Em seguida está a IBA Indústria Brasileira de Sorvetes Ltda, que vai se instalar em Belo Jardim, criando 35 vagas. Em terceiro vem a Vinícola Mandacaru, Comércio, Importação e Exportação Ltda EPP, cuja ampliação com nova linha de produtos em Lagoa Grande abrirá novas 26 vagas.

Em termos de investimentos, a Brasilata S/A Embalagens Metálicas vai invetsir R$ 6,3 milhões na ampliação com nova linha de produtos no Recife. A Roca Sanitários Brasil Ltda também vai investir R$ 5 milhões com o mesmo propósito. Já a Verd Comércio de Madeira e Ferragem Ltda. vai aportar R$ 2,2 milhões na implantação em Vitória de Santo Antão.

Na área de importação, a reunião do Condic aprovou oito projetos, sendo eles: ampliação com nova linha de produtos da Atlas S/A, Bettanin S/A, Ordene S/A, Sandene S/A Indústria e Comércio, Sanremo S/A e Superpro Bettanin S/A, todos em Paulista; e também ampliação com nova linha de produtos da Comexport Trading Comércio Exterior Ltda, no Cabo de Santo Agostinho, e Venosan Brasil Ltda., em Abreu e Lima.

Já para centrais de distribuição, foram 12 projetos aprovados: implantação da Arruda e Melo Central Distribuição de Alimentos e Bebidas Ltda (Jaboatão dos Guararapes), e da Verd Comércio de Madeira e Ferragem Ltda. (Vitória de Santo Antão). Há também a ampliação com nova linha de produtos da Atlas S/A (Paulista), Bettanin S/A (Paulista), Condor S/A (Jaboatão dos Guararapes), Ordena S/A (Paulista), Sanremo S/A (Paulista), Superpro Bettanin S/A (Paulista), Ekko Parts Distribuidora e Importadora de Autopeças Ltda. (Recife), Inox-Tech Comércio de Aços Inoxidáveis Ltda. (Jaboatão dos Guararapes), e Zuma Nordeste Importação e Exportação Comércio Atacadista de Peças de Automóveis Ltda EPP (Jaboatão dos Guararapes). Existe ainda a ampliação da Caupeças Comércio Ltda (Recife).

Para Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, há um incentivo para a descentralização dos dos investimentos. "Há uma preocupação em desenvolver e fortalecer as vocações das diversas regiões pernambucanas, mantendo o trabalhador ocupado e gerando renda", pontua. Já segundo Roberto Abreu e Lima, presidente da AD Diper, é importante atrair os grandes investidores, mas sem esquecer dos pequenos e médios, buscando, inclusive, interiorizar o desenvolvimento.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.