déficit Tesouro Nacional: contas públicas apresentam rombo de R$ 16,9 bilhões

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 27/09/2019 11:45 Atualizado em:

Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
O resultado primário, saldo entre as despesas e as receitas excluídas as despesas com juros, do Governo Central (Tesouro Nacional, o Banco Central e a Previdência Social) registrou déficit de R$ 16,852 bilhões em agosto de 2019. No mesmo mês do ano anterior, o resultado foi negativo em R$ 19,7 bilhões, em termos nominais, que inclui as despesas com juros. 

Os dados foram divulgados pelo Tesouro Nacional nesta sexta-feira (27). O saldo veio melhor que o déficit de R$ 18,7 bilhões esperado para o mês, de acordo com a pesquisa Prisma Fiscal do Ministério da Economia. 

No acumulado em 12 meses, o déficit do governo central é de R$ 115,2 bilhões, equivalente a 1,61% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. A meta para 2019 é um déficit de R$ 139 bilhões. De janeiro a agosto deste ano, o déficit primário acumula R$ 52,124 bilhões. É o melhor resultado para o período desde 2015. 

O Tesouro Nacional e o Banco Central melhoram o resultado primário com um superávit mensal e acumulado no ano, de R$ 3,8 bilhões e R$ 80,6 bilhões, respectivamente. Por outro lado, o déficit da Previdência ficou em R$ 20,6 bilhões em agosto  e acumula R$ 132,7 bilhões nos primeiros oito meses do ano. Os números são em termos reais, ou seja, resultados corrigidos pela Inflação. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.