NEGÓCIOS Petrobras revê estratégia e anuncia novo plano de demissões

Por: Folha Press

Publicado em: 26/09/2019 09:53 Atualizado em:

Fernando Frazão/Agência Brasil
Fernando Frazão/Agência Brasil
O conselho de administração da Petrobras aprovou na última quarta-feira (25) uma revisão em seu posicionamento estratégico e novo plano de demissão voluntária. A estatal criou ainda uma diretoria de Transformação Digital e Inovação.

No novo posicionamento estratégico, a companhia reforça a prioridade da "geração de valor para o acionista", tema recorrente em discursos do presidente da companhia, Roberto Castello Branco.

A visão da empresa agora é "ser a melhor empresa de energia na geração de valor para o acionista, com foco em óleo e gás com segurança, respeito às pessoas e ao meio ambiente."

"Estamos construindo a nova Petrobras, uma empresa sustentável, competitiva, que atua com segurança e ética, gerando mais valor para seus acionistas e para a sociedade", disse, em nota, o executivo.

A estratégia permanece a de privilegiar a exploração e a produção de petróleo, mas traz como novidade um foco mais regional nas atividades de refino: a empresa deixa claro que essa atividade estará concentrada na região Sudeste.

Neste ano, a estatal abriu processos de venda de oito de suas 13 refinarias. A ideia é manter apenas as cinco unidades localizadas em São Paulo e no Rio. O plano enfrenta resistências de trabalhadores, que se articulam para realizar uma greve.

O documento ainda reforça o interesse em sair dos segmentos de fertilizantes, gás de botijão e biodiesel, além de rever a participação em geração de energia térmica.

Como já antecipado por Castello Branco, o investimento em fontes alternativas de energia, como solar e soluça, está fora dos planos de curto prazo -em uma estratégia diferente daquela definida em empresas de petróleo europeias.

O plano de demissão voluntária aprovado nesta quarta tem como foco empregados da área administrativa. É o terceiro programa do tipo lançado pela estatal este ano: o primeiro mira empregados em idade de se aposentar e o segundo, trabalhadores de ativos que serão vendidos.

A nova diretoria de Transformação Digital e Inovação será ocupada por Nicolás Simone, engenheiro que já passou por Itaú-Unibanco, Lojas Renner, ABInBev e Grupo Boticário.

"Na frente de transformação digital, tem forte conhecimento em transformar e conectar negócios e processos analógicos para digital, de acordo com as caraterísticas de cada organização, implementando diferentes metodologias para definir e liderar esta mudança cultural em parceria com as áreas e unidades de negócio", disse a estatal.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.