ENERGIA ELÉTRICA Bandeira tarifária volta a ser amarela em outubro

Publicado em: 30/09/2019 16:29 Atualizado em:

O custo será de R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora consumidos. Foto: Reprodução Internet
O custo será de R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora consumidos. Foto: Reprodução Internet
Após dois meses de vigência da Bandeira Vermelha, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que a bandeira tarifária para o mês de outubro será amarela, com custo de R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora consumidos. Ainda de acordo com o informe, outubro é um mês de transição entre a estação seca e o início do período úmido nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN), o que permitiu a modificação da bandeira de vermelha para amarela.

Mesmo com a modificação da bandeira para um patamar mais baixo, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) reforça a importância da continuidade das práticas de economia no consumo. Para isso, oferece algumas dicas:

*Adquirir aparelhos elétricos eficientes (e usá-los com eficiência)

Caso possível, substituir aparelhos antigos por mais novos,  e com selo Procel de eficiência energética, possibilitando economia e redução da conta. Pesquisar modelos e potências para saber quais os mais adequados ao cotidiano e ler o manual para maximizar o uso e minimizar o gasto de energia;  

*Aproveitar a luz natural

Além de ser confortável para os olhos, a luz do dia ajuda a reduzir o consumo de energia. Evite acender luzes em espaços bem iluminados pelo sol, dando preferência à concepção de ambientes amplos e com paredes claras;

*Escolher lâmpadas LED

Substituir as lâmpadas fluorescentes e, principalmente, as incandescentes, por LED, que consomem até 80% menos que as lâmpadas convencionais. 

*Manter temperatura agradável do ar-condicionado

Regular o ar condicionado para uma temperatura confortável, entre 23 e 25 graus, mantem o ambiente refrescado e contribui para o uso eficiente do aparelho. Quanto maior a discrepância de temperatura do ambiente externo para o ambiente interno refrigerado (por ex. externo 30ºC e interno 18ºC), mais vezes o compressor do equipamento precisará entrar em funcionamento, aumentando o gasto de energia;

*Desligar equipamentos que não estão em uso

Comumente, alguns aparelhos como TVs, computadores, videogames e ventiladores, permanecem ligados mesmo quando não estão sendo utilizados. 
 
*Evitar usar a função stand-by dos aparelhos

Não há necessidade de continuar consumindo energia se não há uso. Tire o eletrodoméstico da tomada quando não estiver em uso;

*Ficar de olho no carregador de celular

Não deixá-lo na tomada depois que o aparelho estiver completamente carregado. Além de evitar acidentes domésticos, o carregador conectado consome energia elétrica;  

*Utilizar a função “timer” das TVs

Evitar dormir com televisores ligados. É um consumo de energia desnecessário.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.