Hotelaria Ramada aposta em J. Borges para encantar os hóspedes

Publicado em: 23/08/2019 20:29 Atualizado em: 23/08/2019 20:32

Foto: Hotel/ Divulgação
Foto: Hotel/ Divulgação

Um cordel de J. Borges é o novo cartão de visita do Ramada Hotel & Suítes Recife, em Boa Viagem, que está apostando na cultura de Pernambuco para divulgar o Recife e suas principais atrações. E é com ele que o gerente-geral Eduardo Ragassi, autor do projeto, espera convencer os turistas a ficarem mais tempo na cidade e não visitá-la apenas de passagem, rumo a outros roteiros turísticos. A ideia é que outras unidades da rede no Brasil e, quem sabe, no exterior também recebam, nem que seja de forma itinerante, obras do artista local, "vendendo" assim Pernambuco.

O restaurante do hotel é decorado com obras do mestre J. Borges, pintor, cordelista, poeta e xilogravurista ícone do cordel e outras peças que retratam a vida cotidiana do sertanejo. “Acreditamos na preservação e divulgação da cultura do povo nordestino e pernambucano ao longo da história, que mostrou ser um berço de artistas, músicos, escultores e de todo tipo de arte que vem do povo simples”, afirma Ragassi.

No momento do check-in, os hóspedes receberão um livreto de literatura de cordel, especialmente feito pelo artista J. Borges ao Ramada Recife, além do tradicional bolo de rolo. Ele disse que o setor hoteleiro está começando a receber “bons ventos” novamente e acredita que, até 2020 terá se recuperado: “Não será como em 2012 ou 2013, mas estará bem melhor”, destacou, dizendo que, no momento, o hotel que comanda tem uma ocupação de 80% em média. Localizado na Rua Visconde de Jequitinhonha, o Ramada tem 112 apartamentos equipados, inclusive, com cozinha americana. Uma opção que, segundo ele, atrai não somente hóspedes temporários, mas moradores que buscam uma estrutura para morar em um local com todos os serviços de um hotel.

A necessidade de criar rendas alternativas, diante das dificuldades do setor devido à crise econômica nacional e o avanço do Airbnb - plataforma online de aluguel de quartos e imóveis por temporada - também no Recife levaram a gerência do hotel a investir na atração de não hóspedes para as dependências da rede, como por exemplo, um café da manhã aberto ao público, no qual o cliente pode adquirir um cartão que lhe dá um passe livre para usufluir da refeição um número de vezes determinada.

Outra medida é a utilização do restaurante no térreo e a cobertura, no 25º andar, com vista panorâmica para a praia de Boa Viagem, para a realização de eventos, como casamentos, no qual o buffet do hotel é inserido e, além do aluguel do espaço, serve como uma receita a mais para o Ramada, marca internacional da Wyndham Hotels & Resorts e sob a bandeira da aliança Vert Hoteis e Atlantica Hotels.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.