REVISÃO Entidade volta atrás e nega suspensão de compra de couro brasileiro

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 28/08/2019 14:35 Atualizado em: 28/08/2019 15:57

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
José Fernando Bello, presidente-executivo do Centro de Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), negou que importadores de couro irão suspender a compra do produto de origem brasileira. A declaração contraria uma carta assinada pelo próprio dirigente que foi divulgada na manhã desta quarta-feira (28). 

Em entrevista ao Broadcast Agro, do jornal O Estado de São Paulo, o presidente afirmou ter ocorrido um "erro de pré-avaliação" por parte da entidade. 

"A carta foi divulgada (pelo próprio CICB) antes da checagem com a empresa importadora", disse Bello. "Esse importador estaria supostamente suspendendo as compras. Foi um equívoco nosso. Vamos corrigir a informação junto ao governo federal", completou. 

Segundo ele, não há intenção de dos importadores boicotarem a compra do couro produzido pelo Brasil. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.