Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

TRABALHADORES RURAIS

Profissionais de segurança no trabalho rural discutiram melhorias nas NRs em Petrolina

Publicado em: 18/06/2019 10:08 | Atualizado em: 18/06/2019 10:20

Eles falaram sobre a atualização, melhoria e implementação das  NRs na agricultura regional. Foto: Divulgação.
Representantes do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR) discutiram, recentemente, a atualização, melhoria e implementação das Normas Regulamentadoras de Medicina e Segurança no Trabalho (NRs) na agricultura regional. No encontro, que reuniu profissionais de segurança e medicina do trabalho com atuação no Vale do São Francisco, foram apresentadas as dificuldades encontradas na implementação das NRs em razão das especificidades regionais, das ações preventivas a serem adotadas no cultivo de uva e manga (as principais culturas dos Vale) e a necessidade de melhorias nas normas regulamentadoras, não atualizadas desde 1978.

Segundo o técnico em segurança do trabalho, Fábio Airom, as NRs, além de estarem em acordo com as características regionais, devem caminhar em harmonia também com a Legislação Trabalhista e Previdenciária. "Na nossa região são muitos os problemas com a interpretação que é dada às NR's, o que gera prejuízos com as fiscalizações e autuações indevidas," pontuou.

Na reunião, os participantes também decidiram elaborar um Programa de Gestão de Segurança e Medicina do Trabalho, com princípios básicos que devem ser adotados na prevenção de riscos do Vale, evidenciando a identificação dos mesmos, as medidas preventivas já adotadas pela propriedade rural e as ações que poderão ser adotadas para eliminar ou neutralizar agentes que possam causar acidentes ou doenças ocupacionais. O objetivo é que estas medidas garantam a saúde e a integridade física do trabalhador e também a preservação e proteção do meio ambiente e os recursos naturais. Atualmente existem no Brasil mais de 6 mil obrigações aplicadas na prevenção de acidentes e doenças ocupacionais.

Ainda durante o encontro, os participantes pediram que seja implementado um cronograma anual de seminários e treinamentos sobre segurança e medicina do trabalho na área rural. Em resposta a sugestão, o advogado e Mestre em Segurança do Trabalho, Fábio Schnorr, garantiu o agendamento dos seminários e treinamentos com os profissionais prevencionistas para a manutenção do trabalho de forma continuada. "O Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina vai dar continuidade a este projeto que é de extrema importância para produtores e trabalhadores rurais", concluiu.

Esta é a segunda reunião do projeto que vai apresentar, em agosto próximo, as sugestões regionais para as Comissões e à Confederação Nacional da Agricultura (CNA), visando melhorias nas Normas Regulamentadoras de Medicina e Segurança no Trabalho na Agricultura. A iniciativa começou no dia 27 de maio, com uma palestra e reunião de produtores rurais. Nos próximos encontros, serão formados grupos de trabalho para análise da legislação vigente, elaboração dos questionamentos quanto à aplicação desta legislação, os principais riscos de acidentes na agricultura e a observação diária, em campo, da realidade e perspectivas da cadeia produtiva que é considerada a mais importante para o desenvolvimento do Vale do São Francisco.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Líbano contabiliza mortos, feridos e prejuízos
Rhaldney Santos entrevista a pré-candidata à prefeitura do Recife  Isabella de Roldão
Comerciantes de praias do estado protestam em frente ao Palácio
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco