Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

EMBARCAÇÃO

Navio construído por pernambucanos é apresentado no Recife

Estaleiro Vard Promar entregou, nesta sexta-feira, o Skandi Recife, produzido no Complexo de Suape

Publicado em: 27/04/2018 23:47 | Atualizado em: 28/04/2018 00:05

Foi apresentado, nesta sexta-feira, o navio Skandi Recife, produzido pelo Estaleiro Vard Promar, no Complexo de Suape. A embarcação recebeu um investimento de R$ 1 bilhão e contou com 1.100 colaboradores na produção do equipamento, dentre os quais pernambucanos. Ele irá operar em águas brasileiras quando entregue à DOFCOM Navegação nos próximos meses. Com um alto valor agregado de tecnologia, atingindo padrões internacionais, o Skandi Recife é o primeiro do tipo PLSV (Pipe Laying Support Vessel) produzido no Estaleiro Vard Promar.

Com um porte médio de 140 metros de comprimento e 28 metros de largura, o Skandi Recife faz o lançamento das linhas flexíveis que conectam os poços às linhas de produção de petróleo. Responsável pela encomenda da embarcação, a DOFCOM Navegação tem como cliente final a Petrobras. 

"Eu tive a oportunidade de ver esse estaleiro nascer aqui em Pernambuco e iniciar essa história do Vard Promar, que entrega um navio de alta tecnologia feito em solo pernambucano. Sei da importância dessa indústria naval para Pernambuco, como ela atrai empregos e faz diferença na vida de tanta gente. A gente sabe que a mão de obra que se dedica a fazer e construir os navios para o grupo Vard Promar é composta por pernambucanos que estudaram e se capacitaram e, hoje, estão prontos e preparados para um futuro cada vez mais competitivo e fazendo navios que atingiram um padrão internacional", afirmou Paulo Câmara.

O vice-presidente sênior de operações do Vard Promar, Ian Bronsten, pontuou que, mesmo com o setor naval ainda incipiente no Brasil, os trabalhadores do estaleiro entregaram um produto de alta qualidade. "Foi um excelente trabalho realizado. A construção naval no Brasil ainda é desafiadora, mas o Vard Promar trabalhará para encontrar novos trabalhos", disse. Reforçando o que afirmou Bronsten, o vice-presidente sênior para o Brasil, Guilherme Coelho, também exaltou a qualidade do Skandi, ressaltando a complexidade da embarcação. "Entregamos o navio mais complexo e de maior valor agregado produzido no Brasil. Não há um outro lugar no país que possa produzir um navio como esse", garantiu.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Resumo da semana: adolescente trans ganha novo registro, chacina em Ipojuca e alívio na pandemia
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
OMS descarta transmissão da Covid-19 por alimentos
Suspeito de assassinar blogueiro e filho adolescente em Rio Formoso se entrega
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco