Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia
Mercado pet Brasileiros gastam quase R$ 17 bilhões por ano com animais de estimação

Por: Tatiana Nascimento - Diário de Pernambuco

Publicado em: 06/05/2015 07:00 Atualizado em: 05/05/2015 21:58

País tem 37,1 milhões de cães. É maior população entre os bichos de estimação. Depois vêm os peixes e os gatos. Foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press
País tem 37,1 milhões de cães. É maior população entre os bichos de estimação. Depois vêm os peixes e os gatos. Foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press
O brasileiro pode estar apertando o cinto e gastando menos com produtos pessoais e para a casa. Mas há um segmento que parece não estar sentido muito o atual momento de crise. O mercado pet movimentou R$ 16,7 bilhões em 2014, segundo dados da Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação). Houve um aumento de 10% na comparação com os R$ 15,2 bilhões que os brasileiros desembolsaram em 2013. Para este ano a previsão é a de um crescimento um pouco menor. Ainda assim, ele deve ficar na casa dos 8%.

Do total gasto com os bichinhos de estimação no ano passado, 66,9% foram para as rações e outros tipos de alimentos. Depois vieram os serviços, com 18,8% das despesas. Entram nesse bolo gastos mais "tradicionais", como consultas com veterinários e banhos e tosas, e outros que podem ser considerados supérfluos, como o passeador (dog walker). As despesas com pet care (cama, roupas, coleira, xampús) somaram 8% e os produtos veterinários (remédios, vacinas) ficaram com 7,3% dos gastos.

A Abinpet estima que hoje um cão de grande porte custa R$ 315 por mês ao dono. Nesse valor são considerados os gastos com alimentação e serviços como banho, tosa e consultas veterinárias. Os brasileiros só perdem para os norte-americanos na hora de gastar com totós, bichanos, peixinhos dourados e outros pets. De acordo com a Abinpet, nos Estados Unidos, as despesas chegam a US$ 30,4 bilhões (pouco mais de R$ 90 bilhões). Depois dos Estados Unidos e do Brasil vêm Reino Unido, França, Alemanha e Japão.

Uma prova de que a crise não chegou ao mercado pet, ao menos por enquanto, é que a gigante norte-americana Mars - líder em alimentos para pets no Brasil, com as marcas Pedigree (para cães) e Whiskas (gatos) - está investindo R$ 140 milhões em uma fábrica no município paranaense de Ponta Grossa. A unidade deve ser inaugurada em 2016 e deve ampliar em 35% sua produção no Brasil.

Saiba mais

O Brasil tem cerca de 106,2 milhões de animais de estimação, a quarta maior população de pets do mundo:

37,1 milhões de cães

26,5 milhões de peixes

21,3 milhões de gatos

19,1 milhões de aves

2,17 milhões de outros animais (como roedores e répteis)

Fonte: Abinpet

Rhaldney Santos entrevista o candidato à prefeitura do Recife Coronel Feitosa (PSC)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #162 Anelídeos: segmentação corporal e parapódios
De 1 a 5: Dicas para a sua bicicleta ser seu transporte diário
Ministério da Saúde autoriza volta parcial da torcida na Série A
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco