Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

LEITURAS

Vencedores do Prêmio Sesc de Literatura 2021 começam a percorrer o país

Publicado em: 02/05/2022 18:38 | Atualizado em: 02/05/2022 19:00

 (Diogo Monteiro e Fábio Horácio-Castro iniciam circuito presencial que vai até novembro. Fotos/Divulgação.)
Diogo Monteiro e Fábio Horácio-Castro iniciam circuito presencial que vai até novembro. Fotos/Divulgação.
O Prêmio Sesc de Literatura retoma o projeto de circuito presencial com os vencedores do prêmio da edição de 2021. O pernambucano Diogo Monteiro e o paraense Fabio Horácio-Castro passarão ao longo deste ano por mais de 30 cidades do Brasil para se encontrar com o público. Na edição do ano passado, Fábio Horácio-Castro venceu com o romance O réptil melancólico e Diogo Monteiro com a coletânea de contos O que a casa criou.

“O circuito anual de viagens pelo país é um trabalho que o Prêmio Sesc oferece para aproximar os escritores dos leitores. Retomamos os encontros presenciais porque o arrefecimento da pandemia está permitindo essa proximidade”, avalia Henrique Rodrigues, analista de Literatura do Departamento Nacional do Sesc. Em 2021, foram realizados mais de 80 encontros com clubes de leitura em formato on-line com os vencedores do ano anterior.

A jornada está prevista para ser finalizada em novembro, com a cerimônia de lançamento dos vencedores de 2022. “Creio que os encontros vão trazer uma experiência muito rica, que é conhecer leituras, as mais diversas, por todo o país. Me enxergar pelos olhos dos leitores e misturar a experiência deles com a minha, de escritor e leitor”, afirma Diogo. 

Fabio considera que o circuito possibilita o contato e o diálogo com leitores. “O poder de alcance do Sesc no território brasileiro permite uma disseminação da literatura e do nosso trabalho e, ao mesmo tempo, uma aprendizagem das diferentes cenas literárias do país. Creio que participar do circuito é importante porque materializa o fim último da ação literária, que é a troca, o diálogo”.

O Prêmio Sesc de Literatura abre espaço para autores inéditos, com a publicação e a distribuição de suas obras pela Editora Record, parceira da Instituição no projeto. Em 18 anos de atuação, diversos autores dos mais variados pontos do país foram descobertos e se consolidaram na literatura nacional, entre eles Juliana Leite, Rafael Gallo, Luisa Geisler, André de Leones, Franklin Carvalho, Sheyla Smanioto, Tobias Carvalho e Lucia Bettencourt.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Toalhas de Lula e Bolsonaro movimentam o comércio e dão o tom das eleições
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Registro de armas dispara no Brasil durante governo Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco