Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Ciência e Saúde

Saúde

Conheça os benefícios do Crossfit para a terceira idade

Publicado em: 29/08/2019 22:36 | Atualizado em: 29/08/2019 23:01

Jeremias Monteiro. Foto: Camila Pifano/Divulgação
O Crossfit é uma atividade que pode trazer muitos benefícios para os idosos, como um envelhecimento tranquilo e saudável. A prática auxilia no desenvolvimento da funcionalidade, trabalhando a flexibilidade, o equilíbrio e a capacidade cardiorrespiratória. 

Através da atividade física, pessoas com mais de 60 anos podem obter maior competência funcional e autoestima, como é o caso do aposentado Jeremias Monteiro, de 81 anos, que incorporou os exercícios ao seu dia a dia. "Conheci a modalidade através do meu neto. Hoje, eu tenho maior disposição, mobilidade e mais energia. É uma atividade muito completa, que nos dá uma condição diferenciada em relação às pessoas na mesma faixa etária", disse. 

Os movimentos praticados são basicamente os mesmos que são aplicados aos mais novos, com recomendações apenas quanto à intensidade com que são realizados. Isso porque os idosos devem utilizar menos peso, fazer um número menor de repetições e ter uma pausa maior para o descanso entre cada execução. 

No crossfit, os exercícios principais são: agachar, levantar e empurrar. Estas ações são movimentos naturais ao corpo humano, ou seja, aquelas que o indivíduo aprende normalmente durante a vida, que são perdidas naturalmente com o envelhecimento e a ausência de atividades físicas, mas que fazem grande diferença para realização de funções da rotina. "Não existe uma atividade física que seja mais completa para o organismo do que esta [crossfit]. Você sente mais autoestima, fica com um corpo mais bonito e forte. Passei a me sentir melhor", completou Jeremias.  

Para a fisioterapeuta Marília Castro, a atividade é interessante para o grupo da terceira idade por tratar-se de uma modalidade que opta por execuções livres – exercícios que não precisam do apoio de máquinas –, o que resulta em um idoso mais ativo. 
 
O treino é adaptado, de modo que respeite os limites de cada um e não haja o exagero no volume de repetições e na intensidade dos exercícios, assim, evitando lesões. Para dar essas e outras orientações necessárias, o box conta com uma equipe de coaches especializada e acompanhamento individualizado.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Sobe, Lia, sobe.
João Alberto entrevista Larissa Lins
Como se preparar para as provas do SSA 3 da UPE
Pelé abre o jogo e fala sobre racismo, mil gols e sucessor
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco