Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

COVID-19

Enem: cartão de confirmação deve ser liberado nesta terça-feira

Publicado em: 07/01/2021 17:01

 (Foto:  Leandro Couri/EM/D.A Press)
Foto: Leandro Couri/EM/D.A Press
Depois de atraso provocado pela pandemia de Covid-19, os preparativos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) entram na reta final. Os 5,7 milhões de inscritos para a versão 2020 do teste já podem consultar o documento que dá as diretrizes da redação para a maior prova do Brasil na Página do Participante, publicada no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem. No mesmo endereço deverão ter, a partir de hoje, acesso ao cartão de inscrição e locais das provas, que começam no dia 17, na versão impressa. Neste ano, há testes também por computador e data específica para os que não puderem comparecer às provas nas datas anteriores por motivo de doença (veja calendário no quadro).

"A redação do Enem 2020 – Cartilha do Participante" traz como novidade as versões inéditas para surdos, pessoas com deficiência auditiva ou com dislexia. A cartilha explica como deve ser a estrutura da redação, informa o método de correção da prova e traz exemplos de textos que tiraram nota mil no Enem 2019. A produção textual é a única parte dissertativa do Enem, tem um peso muito importante para a nota e tem suas especificidades, que tornam o texto do exame diferente dos de outros vestibulares. O texto deverá ser em formato de prosa, do tipo dissertativo-argumentativo, com mais de 7 linhas (máximo de 30 linhas). O título não é obrigatório e, caso seja utilizado, contará como uma das linhas da produção textual.
 
Na reta final para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os estudantes que desejam reforçar os estudos podem recorrer a diversos conteúdos on-line disponibilizados gratuitamente. Nessas plataformas, é possível realizar cursos de reforço, assistir às videoaulas, fazer simulados, aprender por meio de jogos educativos e também acessar as provas anteriores do exame.

Em razão da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), as provas do Enem 2020 foram adiadas – normalmente, ocorrem no fim do ano – e serão realizadas em 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) e em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital).

Ao todo, 5.783.357 inscrições foram confirmadas. Além da redação, o exame tem 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Hoje, o Inep disponibilizará o Cartão de Confirmação de Inscrição para exame. O cartão contém número de inscrição, data, hora e local do exame. O documento poderá ser acessado na Página do Participante. O cartão também registra se o participante deve contar com atendimento especializado, e se deve ser tratado pelo nome social, caso essas solicitações tenham sido feitas e aprovadas. Apesar de não ser obrigatório, o Inep recomenda que o participante leve o cartão nos dias de aplicação das provas.

Segurança sanitária
Os estudantes que vão participar do Enem também devem prestar atenção às medidas de prevenção para garantir a segurança sanitária e evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Será obrigatório o uso de máscara durante toda a aplicação do exame. A recomendação é que os candidatos levem outra máscara para trocá-la durante o exame, seguindo as orientações do Ministério da Saúde. Os participantes devem também manter distância uns dos outros.

Além disso, os que forem diagnosticados com COVID-19 ou com outra doença infectocontagiosa, como sarampo, rubéola, varíola e influenza humana A e B, terão outra chance de fazer as provas, na reaplicação. O atestado médico poderá ser enviado ao Inep pela página do participante até um dia antes da aplicação. Caso a doença seja confirmada no dia do exame, o estudante deverá entrar em contato pelo telefone 0800 616161. 

Roteiro de estudos em plataformas gratuitas
Estudantes de todo o Brasil têm à disposição plataformas gratuitas para se preparar para o Enem. A ajuda cai bem, principalmente considerando que 2020 foi ano de pandemia e estudar para as provas se transformou em novo desafio sem as aulas presenciais.

O próprio aplicativo oficial do exame está entre essas plataformas. Esse aplicativo é uma ferramenta que transforma qualquer smartphone em uma opção para obter mais informações sobre o exame. O aplicativo tem o simulado oficial do exame. Lá também é possível visualizar o cronograma da prova, acompanhar a inscrição, acompanhar pedido de isenção de taxa de inscrição, ter acesso aos avisos e às notícias, verificar as perguntas frequentes e as orientações e visualizar a nota e redação de provas anteriores do Enem. O aplicativo está disponível para usuários dos sistemas Android e iOS.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelos testes, também disponibiliza todas as provas e os gabaritos do Enem para quem deseja estudar pelas questões de edições anteriores, além de um simulado oficial no aplicativo do exame. Outra novidade disponibilizada pelo Inep é a Cartilha do Participante – Redação no Enem que traz dicas de como estruturar o texto e explicações sobre a correção e os critérios usados na distribuição dos pontos.

O Inep também tem plataformas para estudantes que utilizam a língua brasileira de sinais (Libras). Por meio da Plataforma Videoprova em Libras é possível acessar todas as questões das provas passadas em língua brasileira de sinais. 
 
O canal do YouTube do Inep também oferece outros conteúdos em Libras. A Cartilha do Participante, com orientações sobre a redação, também tem uma versão direcionada à comunidade surda que tem Libras como primeira língua. 
A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) também disponibiliza uma página com diversas questões do exame. No blog do Enem são oferecidos simulados, apostilas, dicas para redações e aulas gratuitas, entre outros conteúdos.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) disponibiliza cursos de aperfeiçoamento, em ambiente virtual, nas áreas de matemática, português, tecnologia e comunicação. 

O objetivo é complementar ou aperfeiçoar a formação do participante.  Quem cumprir as 60 horas de carga horária receberá um certificado de conclusão daquele curso de aperfeiçoamento. (Com informações da Agência Brasil)
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 25/01
Enem 2020: professores do Colégio Núcleo comentam ao vivo as provas deste domingo
Verão inspira cuidados com a saúde e alimentação
Resumo da semana: enfim, a vacina, posse de Biden e cerco contra os fura-filas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco