Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

'USO POLÍTICO'

Bolsonaro sugere fraude no número de mortes por coronavírus: 'não tô acreditando'

Publicado em: 27/03/2020 17:58

Para Bolsonaro, os estados podem estar fraudando a causa dos óbitos para fazer "uso político" da crise causada pela pandemia (Foto: Sérgio Lima/AFP )
Para Bolsonaro, os estados podem estar fraudando a causa dos óbitos para fazer "uso político" da crise causada pela pandemia (Foto: Sérgio Lima/AFP )
Em entrevista por telefone ao jornalista José Luiz Datena, do programa Brasil Urgente da Band, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) questionou a legitimidade dos números das mortes provacadas pelo novo coronavírus no Brasil. O balanço é atualizado todos os dias pelo Ministério da Saúde, que contabiliza os dados divulgados pelas secretarias estaduais de saúde de todas as unidades federativas do país. Para Bolsonaro, os estados podem estar fraudando a causa dos óbitos para fazer "uso político" da crise causada pela pandemia. 

"Não tô acreditando nesses números de São Paulo", declarou o presidente da República. O estado, governado pelo seu desafeto político, João Dória (PSDB), registra os maiores números de casos e mortes no país. Ao todo, são 68 óbitos e 1.223 casos confirmados da doença na região, de acordo com os dados fornecidos pela Secretaria Estadual de Saúde. 

O governador João Dória vem criticando a postura de Bolsonaro, que defende a quarentena apenas para as pessoas que pertencem aos grupos de risco da Covid-19. Entre eles, idosos, hipertensos, diabéticos, cardíacos e portadores de doenças respiratórias. Para Dória, diferentemente do que propõe o presidente da República, escolas, universidades e comércios devem permanecer fechados, como medidas de isolamento social para a contenção do coronavírus.  

Nesta quarta-feira (25), o governo federal lançou, em suas redes sociais, uma preliminar da campanha O Brasil não pode parar. O projeto vem sendo preparado como incentivo para os estados e cidades retomarem as suas atividades sociais e economômicas. Uma publicação com a hasgtag #OBrasilNãoPodeParar diz que são raros os casos de vítimas fatais do coronavírus entre jovens e adultos e que, por isso, somente idosos e integrantes de grupos de risco devem ficar em casa, reforçando o posicionamento do presidente.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5 : Cuidados com a luz são essenciais na rotina do trabalho remoto
Candidatos têm características das mais distintas, mas estão longe de representar os grupos sociais
Resumo da semana: 5 anos do surto de microcefalia, Covid suspende aulas e nova pesquisa no Recife
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #289 - Colênquima e esclerênquima
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco