Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Brasil

Desastre ambiental

Ibama notifica petrolífera multinacional por material equivalente ao das praias do NE

Publicado em: 13/10/2019 17:39 | Atualizado em: 14/10/2019 15:17

Foto: Reprodução/Adema

O material de barris encontrados no litoral do estado de Sergipe é o mesmo das manchas de óleo que atingiram as praias nordestinas nas últimas semanas, de acordo com estudos realizados pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Segundo uma reportagem da Uol, um desses barris tem a inscrição "Argina S3 30", um lubrificante da empresa multinacional petrolífera Shell. Diante disso, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, solicitou ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) intimasse a Shell a prestar informações sobre o conteúdo.

Em entrevista à GloboNews neste sábado (12), Salles disse ter feito a solicitação ao Ibama na última sexta-feira (11). A Shell deve ser notificada na próxima segunda-feira (14), e a empresa terá 24 horas para prestar esclarecimentos depois da notificação. O objetivo da intimação é reunir mais informações na tentativa de descobrir qual navio teria sido o responsável pelo despejo do material no mar. Segundo o ministro, não está descartada a hipótese de o óleo ter origem em um navio irregular.

Em nota, a Shell afirmou que "o conteúdo original dos tambores localizados na praia da Formosa, no Sergipe, não tem relação com o óleo cru encontrado em diferentes praias da costa brasileira". Segundo a empresa, "são tambores de lubrificante para embarcações produzido fora do país".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Sobe, Lia, sobe.
João Alberto entrevista Larissa Lins
Como se preparar para as provas do SSA 3 da UPE
Pelé abre o jogo e fala sobre racismo, mil gols e sucessor
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco