Zona norte Familiares de Ágatha visitam sede da OAB-RJ

Por: AE

Publicado em: 26/09/2019 08:22 Atualizado em:

Divulgação/Arquivo Pessoal
Divulgação/Arquivo Pessoal
Parentes da menina Ágatha Félix, de 8 anos, morta na última sexta-feira (20) no complexo de favelas do Alemão (zona norte do Rio), estiveram na quarta-feira (25) na sede da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio de Janeiro (OAB-RJ), onde foram recebidos pelo presidente Luciano Bandeira. A mãe, Vanessa Sales Félix, o pai, Adegilson Lima, e a tia Danielle Félix estiveram na Ordem após prestarem depoimento na Delegacia de Homicídios da capital, na Barra da Tijuca (zona oeste).

Em nota, a OAB-RJ afirma que a Comissão de Direitos Humanos e Assistência Judiciária da entidade está assistindo a família durante todos os procedimentos e vai continuar a acompanhando durante todo o inquérito. "Caso alguma testemunha se sinta intimidada, vamos dar toda assistência", afirmou Rodrigo Mondego, membro da comissão.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.