ALINNE ARAÚJO Mãe de blogueira que se matou diz que filha a avisou que cometeria o suicídio

Por: FolhaPress - FolhaPress

Publicado em: 17/07/2019 22:12 Atualizado em:

Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook
Elisabete, mãe da jovem blogueira Alinne Araújo, 24, que se matou ao se jogar de um prédio após ser abandonada pelo noivo e se casar com ela mesma, revelou no Encontro com Fátima Bernardes que a filha contou a ela que se mataria. Porém, ela não acreditou que a menina pudesse tomar a atitude extrema.
 
"Ela falou comigo que iria fazer isso, só que eu não levei fé, não acreditei. Ela dizia: 'Você está sabendo, mãe, meu mundo acabou."
De acordo com ela, a menina se tratava desde a adolescência contra a depressão. Alinne usava as redes sociais para tentar ajudar outras pessoas que sofriam do mesmo transtorno que ela. Antes das publicações seu perfil tinha 26 mil seguidores. Agora, após a morte, passou de 400 mil. 
 
"Ela queria muito ajudar as pessoas. Mesmo tendo os problemas, ela só quis ajudar. Ela dizia que era a missão dela", comentou Elizabete, a mãe da jovem, em entrevista ao Encontro com Fátima Bernardes. Por mais que tenha sido avisada, Elisabete revela que ficou prestando atenção na filha o tempo todo depois do casamento. Mas ela efetuou o ato quando a mãe pegou no sono.
 
"Quando ela aceitou casar com ela mesma, eu sabia que o resultado viria depois. Tanto que nem fui trabalhar, fiquei de olho nela depois do casamento. Eu deitada de um lado e ela do outro. Tomei remédio para descansar, porque estava duas noites sem dormir. Ela esperou o momento que eu cochilei, foi para o quarto e se jogou da janela", revelou.
 
ENTENDA O CASO
A blogueira Alinne Araújo, 24, se matou na última segunda (15) no dia seguinte que resolveu se casar sozinha. Ela havia marcado o casamento com o noivo, mas ele terminou tudo com ela na tarde do dia anterior via WhatsApp.
No dia da cerimônia, Alinne se casou, fez a festa junto com seus familiares e jogou o buquê. Também teve banda na festa. Porém, no dia seguinte ela se atirou do nono andar de um prédio.
No Instagram, Alinne chegou a publicar um texto falando sobre a decisão de subir sozinha ao altar. Ela sofria de depressão.
"Vocês sabem a dor de confiar em alguém cegamente e achar que encontrou o companheiro da vida e um dia antes da celebração do amor a pessoa some. Manda uma mensagem e termina todos os sonhos. Fui pega de surpresa, quis morrer. Eu recebi a notícia, estava dirigindo, tive uma crise no volante, larguei meu carro e me atirei numa via expressa, mas papai do céu é bom e me salvou. Poderia ficar aqui chorando, mas tem uma festa linda me esperando. Então hoje caso comigo mesma em nome da minha vida nova."


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.