Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Brasil
lagoa santa Médica leva filho a hospital para 'ajudar' em cirurgia e é demitida Cirurgiã-geral da Santa Casa de Lagoa Santa postou fotos em uma rede social que indicam que o filho a ajudava durante as operações na unidade

Por: Estado de Minas

Publicado em: 11/05/2017 18:53 Atualizado em: 12/05/2017 08:28

 (Reprodução/Instagram )


A Santa Casa de Misericórdia de Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, demitiu uma médica cirurgiã-geral da unidade por indícios de que ela teria levado o filho menor de idade para a auxiliar nas cirurgias dentro do hospital.

A médica registrava com imagens os momentos em que o garoto estava junto com ela em um ambiente muito parecido com um bloco cirúrgico e publicava em sua conta no Instagram. Pelo menos três imagens foram postadas, sendo que em uma delas o menino aparece com uma roupa da unidade de saúde de Lagoa Santa.

Nas três imagens, ele está com as vestimentas que médicos usam durante uma cirurgia. Em duas delas, há indícios de que ele realmente está ajudando a mãe durante cirurgias em andamento. Em uma foto específica, a médica fez uma brincadeira e escreveu uma legenda com o nome do filho sucedido da palavra doutor, abreviada pela sigla "Dr.".

 (Reprodução/Instagram )


Por meio de nota, a assessoria do hospital informou que "foi aberto procedimento para a apuração das responsabilidades de todos os profissionais envolvidos na ocasião. Registramos que esse foi um fato isolado, contrário aos preceitos da Santa Casa, que trabalha de forma incessante por uma prestação de serviços no mais alto nível técnico e na preservação e respeito da honra e dignidade de seus pacientes", diz o texto assinado pelo diretor técnico do hospital, Guilherme Ribeiro Camara.

A reportagem entrou em contato com a médica em questão, que negou que tenha contado com o apoio do filho para fazer qualquer cirurgia e também disse que não recebeu nenhum comunicado de demissão. Quando questionada sobre a autenticidade das imagens, publicadas em sua conta no Instagram, ela disse que não vai falar nada sobre o caso e tudo está sendo tratado por um advogado. Porém, ela não forneceu o contato da pessoa que a representa sobre o assunto.

A Santa Casa de Lagoa Santa informa que ao tomar ciência do fato ocorrido em suas dependências adotou todas as medidas cabíveis, incluindo o imediato desligamento da médica em questão. Foi aberto procedimento para apuração das responsabilidades de todos os profissionais envolvidos na ocasião. Registramos que esse foi um fato isolado, contrário aos preceitos da Santa Casa, que trabalha de forma incessante por uma prestação de serviços no mais alto nível técnico e na preservação e respeito da honra e dignidade de seus pacientes.

Educação humanizadora e não violência nas escolas
João e os 50 anos de colunismo social
Comerciantes e moradores da várzea pedem por saneamento básico
Saúde bucal na adolescência
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco