Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

POSSE

Acadêmico Mário Hélio agora ocupa a cadeira de nº 24 da APL

Sessão ordinária ocorreu na Academia Pernambucana de Letras, na Avenida Rui Barbosa

Publicado em: 22/04/2024 19:08 | Atualizado em: 23/04/2024 11:58

Acadêmico José Mário Rodrigues e presidente da APL, Lourival Holanda ao lado do Acadêmico Mário Hélio (Foto: Divulgação)
Acadêmico José Mário Rodrigues e presidente da APL, Lourival Holanda ao lado do Acadêmico Mário Hélio (Foto: Divulgação)

Nesta segunda (22), em sessão ordinária da Academia Pernambucana de Letras, na Avenida Rui Barbosa (bairro das Graças), ocorreu a posse do acadêmico Mário Hélio, que ocupará a cadeira de número 24, recebido na ocasião pelo acadêmico Arthur Carvalho, na presença do presidente da APL, Lourival Holanda.

 

"A posse transcorreu segundo o rito acadêmico, sob a presidência do escritor e progredir Lourival Holanda, e na secretaria geral o poeta José Mário Rodrigues. Destaquei a trajetória de Reinaldo de Oliveira, como homem de teatro e escritor de crônicas e contos. Enfoquei também as afinidades eletivas com o patrono da cadeira: Joaquim Nabuco, e fiz um breve comentário sobre anteriores ocupantes, como Valdemar Valente e Oscar Brandão. Num discurso eminentemente literário, concentrei quase a totalidade no louvor a Reinaldo de Oliveiras, e sublinhei o tema do sonho, do teatro e da literatura", afirmou o acadêmico ao Viver.

 

"Ocupar a cadeira 24 é uma honra que se reveste de significado especial por ter um patrono como Joaquim Nabuco, símbolo da História e da cultura pernambucana, homem não apenas de ideias, mas de ação. Além disso, na cadeira já esteve antes Oscar Brandão, autor da letra do hino de Pernambuco, e Valdemar Valente, com quem tenho a afinidade eletiva da antropologia. A nova etapa é atuar plenamente no trabalho em prol da APL e no seu fortalecimento institucional", completou.

 

Mário Helio Gomes nasceu em Sapé-PB, em 1965. Jornalista, poeta, professor de História Antiga (UFPE), além de mestre em História pela UFPE e doutor em Antropologia pela Universidade de Salamanca, Espanha, onde integra o corpo docente do programa de mestrado em Antropologia, ele foi ainda curador literário da Fliporto, editor-fundador da revista Continente e coordenador-geral da Editora Massangana, da Fundação Joaquim Nabuco, além de repórter e colunista de literatura do Diario de Pernambuco e do Jornal do Comércio. É autor, entre outras obras, de Casa-Grande e Senzala - O livro que dá razão ao Brasil mestiço e pleno de contradições (2013). 

Conheca o Desbravador das relacoes diplomaticas entre o Brasil e a China
Consulado da RPCh no Recife tem nova cônsul-geral
Mergulho no Brasil é uma possibilidade para os turistas chineses
Cenas da China aparecem em meio ao barroco brasileiro e intrigam pesquisadores
Grupo Diario de Pernambuco