Diario de Pernambuco
Busca

PEREGRINAÇÃO

Arábia Saudita se prepara para receber um milhão de peregrinos em Meca

Por: AFP

Publicado em: 04/07/2022 09:09 | Atualizado em: 04/07/2022 11:02

 (Foto:  AFP
)
Foto: AFP
A grande peregrinação anual a Meca, o hajj, volta a encher as ruas da cidade sagrada do Islã na Arábia Saudita a dois dias de seu início e após dois anos de restrições devido à pandemia de covid-19. 

Um milhão de fiéis muçulmanos chegarão ao reino do Golfo para esta grande peregrinação, que é um dos cinco pilares do Islã. Entre eles, haverá 850.000 pessoas do exterior pela primeira vez desde 2019.

"É uma felicidade absoluta", disse à AFP Abdel Qader Jeder, um peregrino sudanês. "Quase não consigo acreditar que estou aqui. Estou aproveitando cada momento", acrescentou. 

Em 2021, para limitar a propagação do vírus, apenas 60.000 residentes da Arábia Saudita foram autorizados a participar do evento. No ano anterior, apenas 1.000 fiéis tiveram acesso permitido, contra 2,5 milhões de muçulmanos de todo o mundo em 2019. 

O regresso dos peregrinos estrangeiros este ano é uma alegria para hotéis, restaurantes e comércios da região, que estiveram privados de rendimentos durante duas temporadas. 

Nas principais vias da cidade, localizada no oeste do país, cartazes com mensagens de boas-vindas foram colocados.

O hajj consiste em cinco dias de rituais que devem ser realizados dentro e ao redor de Meca por todos os muçulmanos em condições de fazê-lo, pelo menos uma vez na vida.

Prestígio e legitimidade
 
As duas principais peregrinações muçulmanas, o hajj e a umrah, aportam normalmente cerca de US$ 12 bilhões por ano para a Arábia Saudita, o maior exportador de petróleo do mundo. 

Mas também dá certo prestígio e legitimidade aos líderes do país. 

O hajj deste ano será uma oportunidade para o príncipe herdeiro, Mohamed bin Salman, mostrar sua gestão do país, dez dias antes da primeira visita do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

Acusado pelos americanos de ter aprovado o assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi em 2018 e criticado por abusos aos direitos humanos, o jovem príncipe introduziu mudanças importantes no reino conservador nos últimos anos. 

Longe dos shows em Riad e das praias mistas de Jidá, as autoridades permitiram no ano passado que as mulheres fizessem a peregrinação a Meca sem serem acompanhadas por um parente do sexo masculino.

Num momento em que as infecções por covid-19 voltam a aumentar, a aglomeração de um milhão de pessoas não é isenta de riscos. 

As autoridades sauditas, que haviam anunciado em junho que a máscara não era mais obrigatória na maioria dos espaços fechados, especificaram que seria obrigatória na Grande Mesquita, ao redor da Caaba, uma estrutura quadrangular preta em direção à qual os muçulmanos oram.

Este ano, o hajj está reservado a pessoas vacinadas com menos de 65 anos.

Os peregrinos que chegam do exterior também têm que apresentar resultado negativo de um teste de PCR realizado 72 horas antes da viagem. 

A Grande Mesquita será "limpa 10 vezes ao dia, por mais de 4.000 trabalhadores e mais de 130.000 litros de desinfetante serão usados em cada operação", disseram as autoridades. 

Desde o início da pandemia, a Arábia Saudita registrou mais de 795.000 infecções por coronavírus e 9.000 mortes em uma população de cerca de 34 milhões. 

E outro desafio será a temperatura em uma das regiões mais quentes e secas do mundo. Algumas partes do país já registraram temperaturas em torno de 50º Celsius.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Deputado Joel da Harpa elabora PL contra a publicidade de alimentos ricos em açúcar nas escolas

12/08/2022 às 22h44

Novo diretor da Anvisa toma posse nesta sexta-feira

12/08/2022 às 22h42

Encontro de candidatas negras do Nordeste debate projeto político contra o racismo

12/08/2022 às 22h10

Silvio Costa critica Marília Arraes por escolha de candidato ao Senado

12/08/2022 às 21h50

TSE divulga cálculo para distribuição de tempo no horário eleitoral

12/08/2022 às 21h41

Novo diretor da Anvisa toma posse nesta sexta-feira

12/08/2022 às 21h39

Diagnóstico de monkeypox será feito em todos os Lacens até agosto

12/08/2022 às 21h38

Roberto Jefferson registra candidatura à Presidência no TSE

12/08/2022 às 21h36

Single de Beyoncé conquista a primeira posição da Billboard Hot 100

12/08/2022 às 21h30

FBI diz ter apreendido documentos classificados na mansão de Trump

12/08/2022 às 21h24

Confira os resultados da Quina 5922 e da Lotomania 2351 desta sexta

12/08/2022 às 21h18

Ator e comediante Kenan Thompson vai apresentar o Emmy 2022

12/08/2022 às 21h15

Wyden aproveita o crescimento do EAD e aumenta o seu portfólio de cursos nesta modalidade

12/08/2022 às 21h13

Masterboi inaugura a sua primeira planta frigorífica no Nordeste

12/08/2022 às 21h09

HBO Max pode demorar 45 dias para receber os lançamentos da Warner

12/08/2022 às 21h00

Varíola do macaco: empresa brasiliense submete dois testes à Anvisa

12/08/2022 às 20h51

Defesa afirma que supersalários divulgados 'apresentam incorreções'

12/08/2022 às 20h49

Ludmilla anuncia data de lançamento de Numanice #2 ao vivo

12/08/2022 às 20h48