Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Disputa

'Quem a gente puder agregar para tirar Bolsonaro da presidência e o PSB de PE, vai ser muito importante'

Publicado em: 16/05/2022 22:44

 (Foto: Maryanna Oliveira / Câmara dos Deputados)
Foto: Maryanna Oliveira / Câmara dos Deputados
Durante debate na TV Nova nesta segunda-feira (16), Marília Arraes defendeu a unidade como defesa da democracia. E que a chegada do deputado federal André de Paula (PSD) para compor sua chapa disputando vaga ao Senado, só reforçou o seu projeto de desenvolvimento para Pernambuco. A deputada disse que está de portas abertas para que outras lideranças que queiram agregar ao projeto somem forças. "Estamos dialogando, inclusive, com lideranças da Frente Popular", disse. 

"Quem a gente puder agregar para nos ajudar a tirar Bolsonaro da presidência e o PSB de Pernambuco, vai ser muito importante. O estado teve um governo ruim para os pernambucanos nos últimos anos. E nós temos o dever de discutir Pernambuco, assim como Lula está discutindo o Brasil", disse a deputada. 

Quando questionada sobre os apoios que ela e o ex-presidente Lula vem recebendo, de partidos de direita e de centro-direita, Marília destaca que Lula teve grandes adversários políticos no passado e que hoje se declararam aliados como Aloysio Nunes (PSDB), ex-ministro das Relações Exteriores do governo de Michel Temer, e o próprio Geraldo Alckmin, vice de Lula nestas eleições. 

PESQUISA

Alegando não ter tido tempo de ver o resultado da pesquisa divulgada hoje pelo Instituto Paraná Pesquisas, Marília Arraes desponta na frente na corrida ao Palácio do Campo das Princesas. Apareceu com 28,8%, das intenções de voto no cenário em que são apresentados todos os candidatos aos pesquisados. Raquel Lyra (PSDB) vem em segundo lugar com 16%. A ex-prefeita de Caruaru empatou tecnicamente com Miguel Coelho (UB) que pontuou 13,6% na pesquisa. Seguido de Miguel vem Anderson Ferreira (12,1%), Danilo Cabral (PSB) com 7,1%, João Arnaldo (PSOL) com 1,3% e Jonas Manuel (PCB) com 0,7%. 

Mesmo sem comemorar os números, Marília comentou o resultado. "Eu fico muito honrada de contar com a confiança dos pernambucanos. Nosso projeto não nasceu hoje, mas lá em 2018, quando estávamos nos preparando para uma candidatura ao governo e que não foi concretizada". Marília fez uma ressalva com relação à sua alavancada na pesquisa. "Gostaria de advertir o eleitorado das baixarias e fake news que estão por vir, a exemplo das que aconteceram em 2020. Não acreditem em tudo que for mostrado. Tudo que falaram naquela época já foi provado como mentira. E me tornou mais forte. Estar na frente das pesquisas irá suscitar o desespero de muita gente", concluiu.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Registro de armas dispara no Brasil durante governo Bolsonaro
Manhã na Clube: Diogo Moraes (PSB) e Alexandre Henrique (PSOL), pré-candidato a dep. estadual
Grupo Diario de Pernambuco