Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

DINHEIRO PÚBLICO

MP investiga contratação de Gusttavo Lima por R$ 800 mil para show em Roraima

Publicado em: 25/05/2022 22:43

 (Foto: Reprodução/Instagram)
Foto: Reprodução/Instagram
Uma contratação feita pela prefeitura de São Luiz, município no Sul de Roraima, gerou repercussão nas redes sociais nesta semana. A cidade, que tem cerca de oito mil habitantes e o segundo menor Produto Interno Bruto (PIB) do estado, contratou o cantor Gusttavo Lima, por R$ 800 mil, para ser a atração principal da 24ª edição da vaquejada.

O PIB da cidade está avaliado em R$ 147,6 milhões, segundo o IBGE. Se cada morador do município fosse pagar para assistir à apresentação do cantor, daria aproximadamente R$ 100 para cada um, incluindo crianças, bebês, jovens, adultos e idosos. Por isso, o Ministério Público de Roraima (MPRR) investiga a contratação para saber de onde saíram os recursos para pagar o evento e se haverá algum retorno para o município.

Além de Gusttavo Lima, outros cantores nacionalmente conhecidos devem se apresentar na vaquejada, que está prevista para ocorrer  em dezembro deste ano. Cesar Menotti e Fabiano e Almeida são algumas das atrações já confirmadas. Somando os gastos com os artistas e a estrutura, o evento deve custar R$ 3 milhões ao município. 

O maior cachê do Brasil

Gusttavo Lima tem o maior cachê do Brasil, podendo chegar a mais de R$ 1 milhão. De acordo com o prefeito de São Luiz, James Batista, contratar o artista com o maior cachê do país foi uma estratégia proposital para “chocar” as pessoas.

"As pessoas vão se chocar. O estado vai estar assombrado, vai ficar assombrado com o que vai encontrar, com o que vai presenciar em São Luiz, o processo de transformação e da infraestrutura da cidade para receber as pessoas", disse James ao G1.

O prefeito ainda contou que sabia que a contratação daria repercussão e que essa era a intenção. "É um evento grandioso. A gente sabia que ia dar uma repercussão imensa e a ideia era exatamente essa. A gente quer atrair o estado de Roraima inteiro para dentro de São Luiz", afirmou.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do cantor Gusttavo Lima, mas até a última atualização desta reportagem não havia recebido retorno. O espaço segue aberto para futuras manifestações. 

Internautas comparam com a Lei Rouanet

A polêmica do cachê pago pela prefeitura de São Luiz começou com uma publicação feita por um internauta, no Twitter. Na postagem, o usuário da rede do passarinho faz uma provocação em relação à lei de incentivo à cultura, tão criticada por sertanejos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, como o próprio Gusttavo Lima.

“Claro que não precisam de Lei Rouanet”, escreveu. “Esse é mais um dos cantores sertanejos que ficam repetindo o discurso do Bolsonaro, que supostamente são contra a mamata, mas são contratados por municípios minúsculos a valores absurdos, usando dinheiro da população e sem licitação. Com esse 'jeitinho' não precisa mesmo de fomento”, criticou.
 
 
 
O valor cobrado por Gusttavo Lima para se apresentar em São Luiz equivale a 266 vezes o teto estabelecido pela Lei Rouanet para os cachês. Os artistas que são pagos com o incentivo da lei recebem, no máximo, R$ 3 mil. O valor pago pela Rouanet era de R$ 45 mil, mas caiu para R$ 3 mil durante o governo Bolsonaro.

Em nota, o prefeito de São Luiz (RR) garantiu que a vaquejada levará receitas para o município que “permitirão o pagamento de todas as despesas”. “Não brincamos com o dinheiro público [...] A falta de conhecimento do planejamento que temos e da realidade que São Luiz vive, faz com que muitos se precipitem em críticas pejorativas infundadas, mas estamos prontos para demonstrar que quando há planejamento, comprometimento e determinação o sucesso é mera consequência”, afirmou James, que disse esperar 50 mil pessoas para o show de Gusttavo Lima e 100 mil em todo o evento, atraindo “o estado de Roraima todo”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Registro de armas dispara no Brasil durante governo Bolsonaro
Manhã na Clube: Diogo Moraes (PSB) e Alexandre Henrique (PSOL), pré-candidato a dep. estadual
Grupo Diario de Pernambuco