Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

EUA

Policial dispara 9 vezes contra suspeito em cadeira de rodas nos EUA

Por: AFP

Publicado em: 01/12/2021 19:13

 (Foto: Reprodução/Pixabay
)
Foto: Reprodução/Pixabay
Um policial dos Estados Unidos matou com nove tiros um homem suspeito de roubar uma caixa de ferramentas em um supermercado, que se deslocava em uma cadeira de rodas motorizada e se negou a obedecer às ordens do agente de segurança. 

Chris Magnus, chefe da polícia de Tucson, no Arizona, divulgou vídeos do incidente registrado na última segunda-feira (29) e informou que foi aberta uma investigação sobre o caso protagonizado pelo oficial identificado como Ryan Remington. 

Remington não estava em horário de serviço quando efetuou os disparos, mas estava trabalhando como segurança no supermercado em que a vítima se encontrava.

Magnus disse que está "profundamente abalado" com a atitude de Remington. "Seu uso de força letal neste incidente é uma clara violação do Departamento de Polícia e contradiz diretamente múltiplos aspectos de nosso treinamento", comentou em uma coletiva de imprensa na noite de terça-feira (30). 

Segundo a versão do chefe de polícia, um funcionário do supermercado alertou Remington na noite de segunda que um indivíduo de cadeira de rodas havia roubado uma caixa de ferramentas da loja. 

O funcionário teria pedido ao cliente que mostrasse o comprovante de compra, mas Richard Lee Richards, de 61 anos, supostamente sacou uma faca e disse: "aqui está o seu recibo", antes de deixar o local. 

Segundo essa versão, Richards ignorou diversos pedidos de Remington para que parasse, lhe deu as costas e seguiu seu caminho, entrando em outra loja.

Magnus acrescentou que Remington, junto de outro policial que atendeu ao chamado, advertiu Richards para que não entrasse na outra loja. 

"Quando Richards não obedeceu, o oficial Remington disparou nove vezes, atingindo-o nas costas e na lateral do corpo", acrescentou.

Michael Storie, advogado do oficial, afirmou em declarações ao jornal New York Times que a atitude da vítima "não deu outra opção" para o seu cliente.

TAGS: cadeirante | tiros | policial | eua |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Segundo a ONU, 2021 foi um dos sete anos mais quentes da História
Manhã na Clube: entrevistas com Leonardo Péricles e Dr. Heitor Albanez
Fortuna dos 10 mais ricos dobrou com a Covid
Supervacinada: Rafaela inaugura a fase da imunização de crianças contra a Covid no Recife
Grupo Diario de Pernambuco