Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

BOLETIM

Pernambuco registra novos 283 casos e três óbitos pela Covid-19

Publicado em: 02/12/2021 21:06

 (Foto: Rodolfo Loepert/PCR
)
Foto: Rodolfo Loepert/PCR

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta quinta-feira (02), 283 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 10 (3,5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 273 (96,5%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 640.441 casos confirmados da doença, sendo 55.030 graves e 585.411 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Também foram confirmados laboratorialmente três óbitos (2 masculinos e 1 feminino), ocorridos nos dias 21/07/2021, 15/10/2021 e 26/11/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Araripina (1), Olinda (1) e Recife (1). Com isso, o Estado totaliza 20.256 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 29 e 74 anos. As faixas etárias são: 20 a 29 (1), 60 a 69 (1) e 70 a 79 (1). Todos tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (2), diabetes (1), imunossupressão (1), hipertensão (1) e histórico de tabagismo (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois seguem em investigação.

DADOS EPIDEMIOLÓGICOS

A Central Estadual de Regulação de Leitos de Pernambuco registrou, na semana epidemiológica (SE) 47 – entre os dias 21 e 27 de novembro – o menor número de solicitações de leitos de UTI Covid-19 deste ano. A informação foi divulgada pelo secretário estadual de Saúde, André Longo, durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira (02). Foram, ao todo, 227 pedidos, o que representa uma redução de 13% na comparação com a SE 46 e de 12% no comparativo com os últimos 15 dias.

Apesar da redução nas solicitações, André Longo ressaltou que o momento atual ainda requer cuidados, sobretudo por causa da variante Ômicron. “A nova cepa nos traz uma grande preocupação e um alto nível de incertezas. Com a Ômicron, os cuidados, como o uso correto das máscaras e a lavagem frequente das mãos tornam-se ainda mais fundamentais. São atitudes que precisam estar incorporadas ao nosso cotidiano”, reforçou.

De acordo com o secretário, a testagem e a vacinação também são essenciais no combate ao vírus. “O processo de imunização da população precisa continuar avançando. É crucial ampliarmos ao máximo o número de pessoas vacinadas com as duas doses e também aqueles vacinados com a dose de reforço”, finalizou.

Em relação aos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), foram registradas 406 notificações na semana epidemiológica 47, o que representa 20 casos a mais que o registrado na semana 46 e 24 ocorrências a mais que o total da semana epidemiológica 45. Já sobre o quantitativo de pessoas que estão com a segunda dose da vacina em atraso, são 581.083.

NOVO DECRETO

O secretário estadual de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, também participou da coletiva de imprensa e ressaltou a exigência da comprovação do esquema vacinal completo contra a Covid-19 a partir da próxima segunda-feira (06). O decreto foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado de ontem (01) e se refere à entrada em estabelecimentos públicos vinculados à administração estadual.

“Pedir a comprovação de vacinação completa contra a Covid para acessar prédios públicos do Estado é mais uma forma de estimular as pessoas a completarem o esquema vacinal. Nós vamos começar pelo setor público testando o que é possível e o que não é. Quem for procurar o posto de atendimento da Compesa ou do Detran-PE, por exemplo, terá que apresentar comprovação”, explicou Rebelo.

NORONHA

O Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação decidiu, após reunião nessa quinta-feira (02), antecipar a aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em toda a população elegível do arquipélago de Fernando de Noronha. Agora, a imunização de reforço poderá ser aplicada quatro meses após a finalização do esquema vacinal com as duas doses.

"A decisão do Comitê Técnico levou em consideração todas as especificidades de Noronha, como a distância da ilha para o continente, a população reduzida e o fato do arquipélago ser um dos pontos turísticos mais procurados do país, principalmente na época de fim de ano", explicou Longo.

É importante lembrar que Noronha iniciou esta semana uma nova fase do protocolo para entrada na ilha. A partir de agora o visitante precisa comprovar as duas doses da vacina contra a Covid-19, ou a dose única da Jansen, para embarcar. A segunda dose tem que ter sido aplicada no mínimo 14 dias antes da viagem. A apresentação da carteira digital de vacinação deve ser feita no momento do check-in. A comprovação pode ser por meio do Conecte SUS Cidadão, do Ministério da Saúde, Conecta Recife, Passe Verde ou outro portal oficial.

BALANÇO DA VACINAÇÃO

Pernambuco já aplicou 13.695.611 doses de vacinas contra a Covid- 19 na sua população, desde o início da campanha de imunização no Estado (no dia 18 de janeiro de 2021).

Com relação às primeiras doses, foram 7.164.306 aplicações (cobertura de 93,13%). Do total, 5.798.288 pernambucanos (75,38%) já completaram seus esquemas vacinais, sendo 5.625.215 pessoas que foram vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outros 173.073 pernambucanos que foram contemplados com vacina aplicada em dose única. Em relação às doses de reforços (terceira dose), já foram aplicadas 733.017 doses.

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Morre Olavo de Carvalho, considerado guru do bolsonarismo
Manhã na Clube: entrevistas com André de Paula (PSD), Eduardo Cavalcanti e Epitacio Rolim
OMS: é possível encerrar fase aguda da pandemia este ano
Manhã na Clube: entrevistas com Carlos Veras (PT), Frederico Menezes e Marlon Malassa
Grupo Diario de Pernambuco