Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

FOLIA

Carnaval 2022 é cancelado em Juiz de Fora: 'decisão necessária'

Publicado em: 07/12/2021 21:42

 (Foto: Gil Velloso/PJF)
Foto: Gil Velloso/PJF
A Prefeitura de Juiz de Fora, na Zona da Mata, anunciou nesta terça-feira (7) o cancelamento do carnaval de 2022 no município. A decisão, conforme a administração municipal, foi tomada em decorrência do surgimento da variante Ômicron da Covid-19.
 
Nas redes sociais, a prefeita Margarida Salomão (PT) escreveu que essa é “uma decisão necessária em nome da responsabilidade”. “Nós temos uma situação sanitária de segurança. Estamos vencendo a Covid-19. Mesmo assim, a prudência e a ciência devem seguir como nossas melhores conselheiras”, avaliou a chefe do Executivo, reforçando a necessidade de continuar observando os protocolos de combate à pandemia.
 
“Contamos com a compreensão de todas e de todos, bem como com os tradicionais esforços de se vacinar, usar máscara, álcool em gel e a manutenção da ventilação em locais fechados”, completou.
 
Com o anúncio oficial, este é o segundo ano que a cidade cancela o evento por causa do novo coronavírus. Em dezembro de 2020, a Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa) – mantida pela prefeitura e responsável pela organização da festa – disse que ficaria a cargo da nova administração, que tomou posse em janeiro, estabelecer uma nova data para o carnaval em 2021. No entanto, a atual realidade epidemiológica pôs fim ao carnaval deste ano.
 
No entanto, o secretário de Comunicação, Márcio Guerra, disse que um Grupo de Trabalho (GT) para as atividades da festa de Momo será mantido. “Vamos discutir com a sociedade e as agremiações carnavalescas todos os procedimentos para a próxima edição do evento. Neste momento, vamos ter cautela conforme orientações das autoridades sanitárias nacionais e internacionais”, pontuou.
 
Cenário anterior
Na segunda semana de novembro, chegou ao fim o seminário “O Carnaval e a Cidade”, promovido pela Funalfa com o objetivo de traçar as estratégias para a Folia de Momo em 2022.
 
Em uma plenária consultiva, foram levantados pontos estratégicos que deveriam ser discutidos no GT, como os locais dos desfiles das escolas de samba e dos blocos – uma pauta recorrente no município, já que a falta de um espaço ideal para realização da folia sempre foi consenso no município.
 
Já em relação ao local dos desfiles oficiais, o Parque de Exposições, na Zona Norte, foi descartado, tendo em vista entraves de ordem jurídica e ambiental. Alguns dos participantes apontaram o desejo de retornar com os desfiles para a Avenida Rio Branco, no Centro.
 
A possibilidade de manutenção dos desfiles dos blocos da área central na Rua Halfeld ou transferência de alguns para outras vias, como a Avenida Getúlio Vargas, também seria tema de discussão no GT, caso o evento fosse acontece.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Morre Olavo de Carvalho, considerado guru do bolsonarismo
Manhã na Clube: entrevistas com André de Paula (PSD), Eduardo Cavalcanti e Epitacio Rolim
OMS: é possível encerrar fase aguda da pandemia este ano
Manhã na Clube: entrevistas com Carlos Veras (PT), Frederico Menezes e Marlon Malassa
Grupo Diario de Pernambuco