Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

TRAGÉDIA

Investigação sobre tiro de Alec Baldwin se concentra na custódia da arma

Por: AFP

Publicado em: 23/10/2021 15:55

Polícia interrogou Baldwin, que cooperou voluntariamente, mas não apresentou acusações contra o ator

 (Foto: ANGELA WEISS / AFP)
Polícia interrogou Baldwin, que cooperou voluntariamente, mas não apresentou acusações contra o ator (Foto: ANGELA WEISS / AFP)
A investigação policial sobre o tiro fatal com uma arma cenográfica utilizada por Alec Baldwin durante uma filmagem se concentra no especialista responsável pelo armamento e no diretor assistente que entregou a pistola ao ator americano.

A diretora de fotografia de origem ucraniana Halyna Hutchins, de 42 anos, recebeu um tiro no peito e morreu pouco depois do incidente ocorrido na quinta-feira no estado americano do Novo México, enquanto o diretor do filme "Rust", Joel Souza, de 48 anos, que estava atrás dela, ficou ferido, foi hospitalizado e já recebeu alta.

A polícia interrogou Baldwin, que cooperou voluntariamente, mas não apresentou acusações contra o ator.

A arma, que não deveria estar carregada, estava com munição de verdade, de acordo com um documento judicial apresentado pelo gabinete do xerife para obter um mandado de busca, informou a imprensa local.

O documento afirma que o diretor assistente Dave Halls, identificado como o homem que entregou a arma a Baldwin, gritou "arma fria" no momento. Este é o termo usado na indústria para indicar que a arma tinha apenas bala de festim.

A polícia se concentra na sequência exata dos acontecimentos que permitiram a entrada de munição real no set de "Rust", um "western" ambientado no século XIX.

A ligação telefônica para o número de emergência 911, feita imediatamente após o tiro, demonstra o choque e a raiva no set.

"Nós temos duas pessoas que foram atingidas acidentalmente por tiros de uma arma cenográfica; precisamos de ajuda imediatamente", afirma a pessoa que fez a ligação.

"Estava carregada com uma bala de verdade?", pergunta o operador. "Não... não sei dizer", responde a pessoa. "E este (palavrão) AD (assistente de direção) que gritou comigo na hora do almoço... esse (palavrão) - ele deveria checar as armas, ele é o responsável pelo que acontece no set".

Baldwin afirmou na sexta-feira à noite que estava com o coração partido e cooperando plenamente com a investigação sobre "como aconteceu esta tragédia".

Ele retuitou um texto da revista especializada Variety com a manchete "Alec Baldwin foi informado que a arma cenográfica era segura antes do tiro fatal, afirma documento judicial".

A pistola utilizada, e outras duas, foram proporcionadas pela mestre de armas do filme, identificada como Hannah Gutierrez-Reed, de 24 anos, filha de Thell Reed, armeiro especializado há muitos anos da indústria cinematográfica.

Em um podcast em setembro, a jovem Gutiérrez-Reed disse que ficou apreensiva ao assumir o posto de armeiro principal pela primeira vez no filme anterior em que trabalhou, "The Old Way".

"Eu estava muito nervosa no início e quase não aceitei o trabalho porque não tinha certeza se estava preparada", disse no podcast "Voices of the West", antes de acrescentar: "Mas ao trabalhar, tudo correu muito bem".












Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Grupo Diario de Pernambuco