Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

CRIME

Um dos suspeitos de matar jovem em Goiânia mandou mensagem para a mãe dela após o crime

Publicado em: 16/09/2021 14:10

 (crédito: Arquivo Pessoal/Ariane)
crédito: Arquivo Pessoal/Ariane
Um dos suspeitos de assassinar Ariane Bárbara Laureano de Oliveira, de 18 anos, enviou uma mensagem para a mãe dela um dia antes do corpo ser encontrado pela polícia em Goiânia. Na mensagem, ele chegou a dizer que amava a jovem."Meus mais sinceros pêsames. Eu amo sua filha. Ela não merecia isso”, dizia a mensagem.

De acordo com a mãe, a cabeleireira Eliane Laureano da Silva, a mensagem foi enviada por um dos amigos de Ariane que foram presos suspeitos de terem matado a jovem. Os três suspeitos: Jeferson Cavalcante Rodrigues, de 22 anos, Raíssa Nunes Borges, de 19, e Enzo Jacomini Carneiro Matos, de 18, que usa o nome de Freya, foram presos na última quarta-feira (15). 

“Estou mal. Não sei onde recorrer. Não tenho mais forças, até água que tomo, estou vomitando. Saudade eterna da minha filha. Até hoje não entrei no quarto dela, não consegui”, disse ao G1.

A mãe ainda relatou que a jovem sempre saía com os suspeitos. "Ariane saía muito e sempre me mandava vídeos com quem ela estava, inclusive, vídeos com eles. Na pista de skate, eles sempre estavam. No dia, ela estava pronta para dormir e eles a tiraram de casa. A chamaram para morte".

De acordo com a polícia, Ariane Barbara foi morta pelos amigos a facadas, porque uma delas queria saber se era psicopata. Ariane foi escolhida porque era pequena e seria mais fácil que ela não reagisse. Ela foi encontrada em 31 de agosto depois de sete dias desaparecida.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Baixas na equipe de Guedes
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco