Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

SAÚDE

Primeira morte por chikungunya em 2021 é confirmada no Recife

Publicado em: 23/09/2021 11:13

 (Foto: Agência Brasil/Arquivo )
Foto: Agência Brasil/Arquivo

O Recife registrou, na quarta-feira (22), a primeira morte por chikungunya em 2021. A Secretaria de Saúde do Recife (Sesau) informou que a paciente tinha 90 anos e residia no bairro de Jardim São Paulo, Zona Oeste da cidade.

Ainda segundo a Sesau, a idosa começou a apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dor no corpo, no dia 8 de junho e, no dia 12 de junho, deu entrada em um hospital do governo do estado, o nome não foi divulgado.

Em nota, a Secretaria comunicou que a morte da paciente aconteceu no dia 14 de junho e foi confirmada por "meio de critério clínico-laboratorial, após análise e discussão do caso pela equipe técnica da Vigilância Epidemiológica do município".

Em agosto, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que o registro de casos de dengue, zika e chikungunya, transmitidas pela fêmea adulta do mosquito Aedes aegypti, teve um aumento expressivo no número de casos nos primeiros sete meses de 2021.

 

Segundo os dados da SES, até o último dia 30 de julho, foram confirmados 9.378 casos para chikungunya, 6.926 para dengue e 10 para o zika. Em relação ao mesmo período do ano anterior, as confirmações chikungunya tiveram um aumento de 469% nos casos envolvendo chikungunya (1.648 casos confirmados em 2020), enquanto houve uma queda de 15,2% para dengue (8.174 casos) e de 28,6% para zika (14 casos). 

 

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Destaque do Náutico, meia Jean Carlos completa 100 jogos com a camisa alvirrubra
Baixas na equipe de Guedes
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
Grupo Diario de Pernambuco