Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

OPERAÇÃO

Médico e sócio de escola são presos suspeitos de arquivar material com pornografia infantil

Publicado em: 23/09/2021 11:34 | Atualizado em: 23/09/2021 21:36

 (Foto: Polícia Civil/Arquivo)
Foto: Polícia Civil/Arquivo
Quatro pessoas foram presas em flagrante pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (23), por envolvimento em uma quadrilha de pornografia infantil. Os detidos são um médico, o dono de uma escola infantil e outros dois suspeitos que não tiveram suas ocupações divulgadas. Segundo os investigadores, foram encontrados com o grupo dois mil vídeos de conteúdo sexual com menores.

O cumprimento das prisões e de seis mandados de apreensão fazem parte da Operação Héstia, iniciada em dezembro de 2020 e cujo nome se refere à deusa grega do lar e da família. O trabalho foi realizado no Recife, Olinda, Paulista e Camaragibe, na Região Metropolitana, além de Gravatá e Caruaru, no Agreste. A Polícia Civil, no entanto, não divulgou onde cada envolvido foi detido, numa tentativa de evitar possível exposição de vítimas.

O delegado Ramón Teixeira destacou que a polícia vai apurar se o grupo cometeu outros crimes, como a produção de material pornográfico infantil por conta própria, e investiga se a quadrilha atuava em outros estados, além de Pernambuco. Ele lembrou que a simples posse de material desse tipo de arquivo, em equipamentos eletrônicos, já configura crime.

A delegada Inalva Regina comentou que o uso de redes sociais, comum a crianças de todas as classes sociais, as torna mais vulneráveis. “A confiança entre pais e filhos é importante. É preciso que a criança saiba que não está sendo vigiada simplesmente para lhe tirarem a privacidade. os pais têm que explicar isso para terem acesso aos contatos. Monitorem, porque o risco é grande", aconselhou.

Ela reforçou que, ao saber que sua criança recebeu material pornográfico de alguém, o responsável deve procurar a polícia. Também é preciso ficar atento a mudanças de comportamento, como irritabilidade e apatia, que podem indicar abuso. O denunciante pode entrar em contato com a DPCA pelo WhatsApp 99488-7301 ou ligar para o Disque 100.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Chama dos Jogos de Inverno é acesa
Manhã na Clube: Gilson Machado, Ministro do Turismo, dr. Érico Higino e o advogado Ivo Machado
Entre túmulos e livros: coveiro se prepara para lançar livro
Cenário de destruição apos tiroteios em Beirute
Grupo Diario de Pernambuco