Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

MISTÉRIO

Polícia Civil do DF realiza perícia em apartamento da deputada Joice Hasselmann

Publicado em: 27/07/2021 13:17

 (crédito: Bárbara Cabral/Esp/CB/D.A Press)
crédito: Bárbara Cabral/Esp/CB/D.A Press
A Polícia Civil do Distrito Federal realiza nesta terça-feira (27) uma perícia no apartamento funcional da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP). O objetivo da avaliação é entender se o imóvel pode ter sido invadido, além de periciar o local onde ela disse ter acordado ensanguentada, apesar de o espaço já ter sido limpo. A congressista sofreu lesões durante a noite do último dia 18 e diz não ter certeza do que aconteceu, mas cita a possiblidade de um atentado.

Na segunda-feira (26), a parlamentar prestou depoimento à Polícia Civil e fez um exame no Instituto Médico Legal (IML). À imprensa, ela disse ter encontrado um objeto no último domingo (25), que não pertence a ela nem a ninguém de sua casa, e que entregou o objeto à polícia. Joice não quis dizer o que é, mas afirmou não ser um objeto cortante. 

"Não é uma arma, não é um objeto cortante. É um objeto que não pertence a ninguém da minha casa. Não estava sujo de sangue. Só prova que, de alguma forma, alguém esteve lá. Se foi antes, depois, se foi em outro momento, se tem ligação com o caso, a polícia vai me dizer", afirmou. Segundo ela, o referido objeto foi recolhido por um policial legislativo. O caso também está sendo apurado pela Polícia Legislativa, por se tratar de um apartamento funcional, e pelo Ministério Público Federal, acionado pela polícia.

Aos policiais, Joice deu dois nomes suspeitos, de desafetos políticos, que teriam fácil acesso ao local e que poderiam querer agredi-la.

A deputada relatou na semana passada ter acordado no chão de sua casa no dia 18 de julho, ensanguentada e com dois dentes quebrados, sem se lembrar do que aconteceu. Seu marido, o médico Daniel França, estava no apartamento, mas em outro quarto. Ao acordar, ela relata que pediu ajuda a ele, e que foi socorrida.

Dois dias depois a parlamentar foi a um hospital e constatou cinco fraturas na face e uma na coluna, levantando a suspeita de que ela poderia não ter caído, mas, sim, ter sido agredida. No último domingo, os dois concederam entrevista na qual o médico negou ter agredido a esposa, como tem sido ventilado nas redes sociais.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco