Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

ENTREVISTA

Bolsonaro comenta que botijão de gás poderia ser vendido a R$ 60 ou R$ 70

Publicado em: 26/07/2021 22:27

 (Bolsonaro voltou a citar o valor do frete, o ICMS dos Estados e a margem de lucro dos vendedores para justificar o alto custo do gás. Foto: Reprodução/Shutterstock)
Bolsonaro voltou a citar o valor do frete, o ICMS dos Estados e a margem de lucro dos vendedores para justificar o alto custo do gás. Foto: Reprodução/Shutterstock
Em entrevista à rádio Arapuan, da Paraíba, nesta segunda-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o preço do botijão de gás para o consumidor final deveria ser de, no máximo, R$ 70 e atribuiu os preços elevados aos impostos estaduais. "Poderia ser vendido a R$ 60, R, no máximo. Depende de o governador colaborar nesse sentido", comentou.

Bolsonaro voltou a citar o valor do frete, o ICMS dos Estados e a margem de lucro dos vendedores para justificar o alto custo do gás. "O preço médio de um botijão de 13 kg lá onde ele é engarrafado é R$ 45. Imposto federal: zero. Então chega a 100, 110 como? Basicamente, é o ICMS, mais o preço do transporte a margem de lucro", afirmou.

Na conversa, o presidente ainda declarou que vai vetar qualquer aumento de impostos no texto final da reforma tributária e responsabilizou o Congresso por eventuais medidas de expansão da cobrança de impostos.  
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Combate à gordofobia vira lei no Recife
Medicamento contra Covid-19 é recomendado pela OMS
Manhã na Clube: José Queiroz (PDT), Kleiton Boschi, Clarissa de França e Cristina Pires
Skate feminino decola no Brasil após Olimpíadas
Grupo Diario de Pernambuco