Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

REUNIÃO

Parceria entre Recife e a Iniciativa Bloomberg discute projetos para segurança viária

Publicado em: 21/06/2021 17:43

 (Foto: Marcos Pastich/PCR)
Foto: Marcos Pastich/PCR
Nesta segunda-feira (21), o prefeito do Recife João Campos, se reuniu  virtualmente com a diretoria internacional do programa de Segurança Viária da Bloomberg Philantrophies em Nova Iorque. Durante o encontro, os gestores discutiram sobre políticas públicas de mobilidade urbana e os planos de ação da Iniciativa Bloomberg na cidade do Recife, que vem trabalhando em quatro eixos: fiscalização, desenho urbano, comunicação e gestão de dados de sinistros de trânsito. A parceria já criou a ciclofaixa do Rosarinho, o redesenho urbano da Rua da Palma e a abertura exclusivamente para pedestres da Rua do Bom Jesus.

“Acredito na importância de se alinhar capacidade e conhecimento técnico com engajamento das lideranças e vontade política. Nosso time por aqui está engajado, sabe a direção que a gente quer seguir e aonde a gente quer chegar para construir um Recife que seja a cada dia mais acolhedor, com expansão da nossa malha viária, do urbanismo tático, pensando na mobilidade ativa, no pedestre e na redução de velocidade para garantir segurança”, disse João Campos. “Esperamos daqui a 4 ou 5 anos, que o Recife possa ser referência pelas entregas que iremos construir conjuntamente”, completou.

O Recife é uma das 23 cidades localizadas em 15 países, a fazer parcerias com a Bloomberg. No Brasil, as iniciativas estão presentes também em Salvador e São Paulo. Estiveram presentes o secretário de Política Urbana e Licenciamento, Leonardo Bacelar, a presidente da CTTU, Taciana Ferreira, e a diretora do programa global de segurança viária da bloomberg, Kelly Larson, a diretora global de desenho de cidades, da NACTO, Skye Duncan, entre outros membros das equipes técnicas tanto da Prefeitura como da Iniciativa Bloomberg.

“É muito legal ter o Recife como uma das 23 cidades que participam atualmente da iniciativa da Bloomberg de segurança viária. Nós enxergamos essa parceria como fundamental para reduzir fatalidades, lesões e sinistros no trânsito. Estamos muito felizes de ter essa parceria e vimos o ótimo trabalho que está sendo feito no Recife em curto período de tempo e em tempos difíceis de pandemia”, elogiou Kelly Larson.

Desde 2020, o Recife tem recebido apoio técnico da Iniciativa Bloomberg nesses quatro eixos de atuação e o Recife fará parte deste Programa de Segurança Viária Global da Bloomberg até 2025. Na área de desenho urbano, por exemplo, a Iniciativa apoiou o desenvolvimento dos projetos e a implantação da Ciclofaixa e redesenho urbano realizado no bairro do Rosarinho, assim como a pedestrianização da Rua do Bom Jesus e a ampliação de espaços para pedestres na Rua da Palma.

Já no eixo de fiscalização, a iniciativa tem apoiado, principalmente, a capacitação contínua dos agentes de trânsito para uma abordagem mais amistosa e humanizada com os cidadãos e suporte em operações de fiscalização nos locais com maiores índices de sinistros de trânsito. Na área de dados, a parceria possibilitou o Relatório Preliminar de Vítimas Fatais no Recife, publicado durante o Maio Amarelo, além de uma sistematização contínua de informações e diálogos com outros órgãos para aprimorar e modernizar a base de dados da cidade. No eixo de comunicação, foram realizadas ações informativas em redes sociais, além da primeira campanha de mídia televisiva municipal voltada para promoção da Segurança Viária, alertando para os perigos do excesso de velocidade.

Desde 2020 tem recebido o suporte de alguns dos maiores especialistas em segurança viária do mundo, acompanhando e orientando projetos, capacitando os técnicos e gestores da cidade para a implantação de ações e construção de políticas públicas eficientes e focadas na promoção da segurança viária. O objetivo é preparar a cidade para estabelecer a abordagem sistêmica como método de atuação padrão, baseado nas melhores práticas internacionais, e consequentemente salvando vidas no Recife.

Diretora global de desenho de cidades da NACTO, Skye Duncan destacou o potencial da capital pernambucana. “Vemos um potencial enorme em Recife para ser um líder global. O conhecimento técnico com a vontade política podem ensinar ao resto do mundo e não apenas para salvar vidas no Recife , mas também ajudar cidades do mundo a salvar vidas e assim colocar o Recife na vanguarda da segurança viária do mundo.”

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Apesar dos protestos, começa a Olimpíada de Tóquio
Manhã na Clube: entrevista com o Presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP)
Em busca por vestígios de vida em Marte
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Mariz (Associação Brasileira de Energia Nuclear)
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco