Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

PIB

Economia pernambucana apresenta sinais de recuperação

Publicado em: 18/06/2021 11:22

Com resultado positivo no acumulado do ano, expectativa é de crescimento de até 3% em 2021 (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Com resultado positivo no acumulado do ano, expectativa é de crescimento de até 3% em 2021 (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Enfrentando a segunda onda da Covid-19, a economia pernambucana apresenta sinais de uma possível retomada. Os dados divulgados pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (Condepe/Fidem) ontem, apontaram que em abril deste ano, o PIB do estado registrou um crescimento de 13% em comparação com o mesmo período do ano passado.

No acumulado do ano, a variação também é positiva, 4,1%. Para o diretor de estudos e pesquisas da Condepe Fidem, Maurílio Lima, os resultados sugerem uma adaptação dos setores. “No ano passado nós tivemos um grande impacto com os fechamentos e restrições. Agora, já existe uma adaptação maior que permite que a economia apresente recuperação em relação ao que ocorreu em 2020”, explicou.

Em comparação com abril de 2020, a indústria foi o setor que registrou o maior crescimento, 41,3%. Já a agropecuária e o setor de serviços acumularam alta de 9,2% e 7,4%, respectivamente. “Em Pernambuco, a indústria tem uma participação de 20% no resultado final do PIB e tem dado uma importante sustentação para o desempenho do estado como um todo, junto com a agropecuária”, avaliou o diretor.

Com os indicadores positivos no acumulado do ano, a Condepe/Fidem mantém a previsão de crescimento para o Produto Interno Bruto do estado em 2021. “Os números mostram que o estado está enfrentando bem esse ano e está se recuperando do baque do ano passado. Por enquanto, podemos manter a previsão de crescimento entre 2,5% e 3% para o ano. No próximo mês, com os resultados de maio, vamos poder realizar uma nova projeção para confirmar ou não os resultados apresentados anteriormente”, comentou Maurílio.

Após uma série de quedas no acumulado dos últimos doze meses, a variação do PIB estadual nesse índice voltou a crescer, registrando uma alta de  0,5%. Maurílio destaca que o número incorpora parte dos resultados negativos da economia no ano passado. “Nesse período, tivemos quedas importantes, principalmente no setor de serviços que tem sido o mais afetado. Agora, ele apresenta uma recuperação, com crescimento de 0,7% em relação a março, 7,4% em comparação com abril do ano passado e 1,4% no acumulado deste ano”, observou.

Os números positivos para o setor terciário, que tem participação de 75,5% no PIB pernambucano, trazem esperança de uma recuperação no estado. “Ainda temos que recuperar os empregos e as fontes de renda da população, mas vemos a importância dos auxílios, do crédito e das ajudas que venham socorrer esse conjunto de atividades. Também é preciso que a população entenda a importância do isolamento social, que junto com a vacinação, vai permitir a recuperação desse setor”, avaliou.

No estado, o único indicador negativo foi na série com ajuste sazonal, com queda de 1,4% entre março e abril deste ano. Nesse período, o único setor que teve queda no desempenho foi a indústria, com retração de 0,9%. Já a agropecuária e o setor de serviços registraram alta de 2,2% e 0,7%, respectivamente. 
TAGS: economia | pernambuco | pib |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Ubiracé Elihimas e Frederico Belfort
Manhã na Clube: entrevista com o médico geriatra Marcelo Cabral
Apesar dos protestos, começa a Olimpíada de Tóquio
Manhã na Clube: entrevista com o Presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP)
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco