Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

TRATADO

Putin apresenta projeto russo de saída do Tratado de Céus Abertos

Publicado em: 11/05/2021 10:31

 (Foto: DIMITAR DILKOFF)
Foto: DIMITAR DILKOFF
O presidente russo, Vladimir Putin, apresentou ao Parlamento, nesta terça-feira (11/5), o projeto de lei de retirada do importante tratado de vigilância militar "Céus Abertos", denunciado por Moscou no ano passado em resposta à saída dos Estados Unidos.

O projeto, que apareceu hoje no site da Duma, a Câmara Baixa do parlamento, prevê o fim da participação de Moscou no acordo em vigor desde 1º de janeiro de 2002.

O Parlamento deve aprovar o projeto, antes de sua promulgação por Putin.

Em fevereiro passado, as autoridades russas disseram que "deixariam a porta aberta" para um retorno às disposições do tratado, se os Estados Unidos fizessem o mesmo.

Desde sua chegada à Casa Branca, o presidente Joe Biden voltou a alguns dos acordos e organizações internacionais denunciados por seu antecessor Donald Trump.

Em janeiro, estendeu o tratado New Start sobre limitação dos arsenais nucleares e decidiu retomar as negociações sobre o programa nuclear iraniano.

Já as negociações sobre o Tratado de Céus Abertos estão paralisadas. Trump saiu do acordo, acusando a Rússia de tê-lo violado.

"Céus Abertos", que de início envolvia 35 países, estabelece o direito de fazer voos de observação, com a obrigação de reciprocidade, nos territórios dos países signatários para controle das atividades militares.

Moscou se recusa a permanecer no acordo sem a presença de Washington, considerando que os demais países signatários e membros da Otan iriam transmitir as informações dos voos para os Estados Unidos, privando efetivamente a Rússia do direito à reciprocidade.

As relações russo-americanas continuaram a se deteriorar nos últimos anos, dando lugar, em abril, a sanções e a expulsões de diplomatas entre ambos os países.

Os Estados Unidos propuseram uma cúpula Biden-Putin em um terceiro país em junho, uma oferta atualmente em negociação e que, por enquanto, teve uma recepção favorável do Kremlin.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Marília Arraes, Marcella Salazar e Aurimar Borges Jr
Presidente da Argentina faz ataques xenofóbicos ao Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com Tadeu Alencar e Túlio Rangel
Inflação tem maior alta para maio em 25 anos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco