Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

VACINAS

Pernambuco receberá 46.800 doses da vacina Pfizer contra a Covid-19 na noite desta segunda

Publicado em: 10/05/2021 18:49

 (Foto: Djair Pedro / SEI
)
Foto: Djair Pedro / SEI
A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta segunda-feira (10), 1.828 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 81 (4,5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.747 (95,5%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 426.410 casos confirmados da doença, sendo 41.626 graves e 384.784 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 363.711 pacientes recuperados da doença. Destes, 24.287 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 339.424 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 32 novos óbitos (19 femininos e 13 masculinos), ocorridos entre os dias 25/02/2021 e 08/05/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Bezerros (1), Brejinho (2), Caruaru (1), Custódia (1), Garanhuns (2), Gravatá (2), Igarassu (1), Jaboatão dos Guararapes (7), Paulista (3), Pesqueira (1), Petrolina (1), Recife (6), Santa Cruz do Capibaribe (1), São Bento do Una (1), São João (1) e São José do Belmonte (1). Com isso, o Estado totaliza 14.550 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 33 e 96 anos. As faixas etárias são: 30 a 39 (3), 40 a 49 (3), 50 a 59 (3), 60 a 69 (12), 70 a 79 (8), 80 ou mais (3). Do total, 19 tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (11), diabetes (6), hipertensão (3), obesidade (3), doença respiratória (2), tabagismo/histórico de tabagismo (2), doença renal (1), histórico de AVC (2), câncer (1), doença de Alzheimer (1), doença de Parkinson (1), imunossupressão (1) e doença neurológica (1) - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Um paciente não tinha comorbidades relatadas e os demais seguem em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 28.909 casos foram confirmados e 50.015 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais. 

Pfizer

O segundo lote de vacinas da Pfizer/BioNTech está previsto para chegar a Pernambuco às 21h desta segunda-feira (10). As 46.800 doses chegarão em sete caixas térmicas ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre. Em seguida, serão levadas para acondicionamento no Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) e ficarão disponíveis para os municípios de Olinda, Jaboatão dos Guararapes e Recife. A orientação é que o imunizante seja aplicado nas grávidas e gestantes com comorbidades, além das pessoas com comorbidades. 

Este será o segundo lote desse fabricante encaminhado ao Estado pelo Ministério da Saúde (MS). O primeiro foi na última segunda (3), com 17.550 doses. O insumo está sendo armazenado no Programa Estadual de Imunização em freezers específicos, que mantêm as vacinas na temperatura correta, entre -25°C e -15°C, podendo permanecer assim por até duas semanas. Ao entregar às cidades, o imunizante deve ser guardado em temperatura entre 2° C e 8° C, mas somente por, no máximo, cinco dias. Após aberto o frasco, o prazo para utilização de todo o conteúdo, com seis doses, é de seis horas. Lembrando que, por orientação do Ministério da Saúde, a segunda dose deve ser feita três meses após a primeira. 

"Pelas especificações técnicas desse fabricante, vamos manter as doses entre as cidades de Olinda, Jaboatão dos Guararapes e Recife, conforme pactuado anteriormente com o Governo Federal, Estado e municípios. O Programa Estadual de Imunização tem feito a guarda das vacinas e, sempre que solicitado, repassa ao ente municipal, além de reforçar a importância do planejamento para uso correto e dentro do prazo preconizado de todas as doses disponibilizadas", afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo. 

Com mais essa remessa, Pernambuco somará o recebimento de 3.182.580 vacinas contra a Covid-19, sendo 1.830.160 da Coronavac/Butantan, 1.288.070 da Astrazeneca/Fiocruz e 64.350 da Pfizer/BioNTech. Já estão sendo imunizados nesta campanha todos os idosos a partir dos 60 anos, idosos e pessoas com deficiência abrigados em instituições, população indígena aldeada, povos e comunidades quilombolas tradicionais, trabalhadores de saúde, trabalhadores de forças de segurança e salvamento, pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente cadastradas no BPC.

Influenza

Começa nesta terça-feira (11) a segunda etapa da campanha nacional de vacinação contra a influenza, incluindo a população de idosos e de professores. Com isso, já são mais de 2,5 milhões de pernambucanos aptos para essa imunização, que também está contemplando gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), população indígena, trabalhadores de saúde e crianças entre 6 meses e 5 anos. 

Até o momento, os municípios informaram que já foram aplicadas 362.745 doses da vacina contra a influenza, que protege de três cepas do vírus: A (H1N1), A (H3N2) e B. "O Ministério da Saúde também tem feito entregas periódicas da vacina contra a influenza para o Estado. Todas as doses recebidas já foram encaminhadas. Também já disponibilizamos as seringas para a campanha em sua completitude", reforça a superintendente de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), Ana Catarina de Melo. 

A gestora ainda lembra que é preciso de um intervalo de 14 dias entre as doses das vacinas da Covid-19 e da influenza, devendo ser priorizada a primeira, caso a pessoa esteja elegível em ambas as campanhas. "É importante que a população também busque a vacina contra a influenza, doença que pode gerar hospitalizações, levando a uma sobrecarga ainda maior na nossa rede de saúde, além do óbito. A vacinação é um direito à saúde e beneficia não apenas o indivíduo, mas toda a sociedade", pontua Ana Catarina.

Balanço da vacinação

Pernambuco já aplicou 2.221.143 doses da vacina contra a Covid-19, das quais 1.488.141 foram primeiras doses. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 249.484 trabalhadores de saúde; 25.073 povos indígenas aldeados; 37.642 em comunidades quilombolas; 6.424 idosos em Instituições de Longa Permanência; 544.776 idosos de 60 a 69 anos; 390.187 idosos de 70 a 79 anos; 102.658 idosos de 80 a 84 anos; 89.042 idosos a partir de 85 anos; 1.303 pessoas com deficiência institucionalizadas; 6.412 trabalhadores das forças de segurança e salvamento; 30.183 pessoas com comorbidades; 348 pessoas com deficiência permanente; 4.609 gestantes e puérperas. 

Em relação à segunda dose, já foram beneficiados 202.364 trabalhadores de saúde; 24.716 povos indígenas aldeados; 48 em comunidades quilombolas; 4.778 idosos institucionalizados; 144.538 idosos de 60 a 69 anos; 267.130 idosos de 70 a 79 anos; 44.478 idosos de 80 a 84 anos; 43.828 idosos a partir de 85 anos, além de 1.122 pessoas com deficiência institucionalizadas; totalizando 733.002 pessoas que já finalizaram o esquema.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Marília Arraes, Marcella Salazar e Aurimar Borges Jr
Presidente da Argentina faz ataques xenofóbicos ao Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com Tadeu Alencar e Túlio Rangel
Inflação tem maior alta para maio em 25 anos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco