Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

CPI

CPI: reunião é suspensa após bate boca de senadores

Publicado em: 18/05/2021 14:35

Senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Eduardo Girão (Podemos-CE) se desentenderam a respeito da vacinação no Brasil e sobre uso da cloroquina e ivermectina
 (foto: Agência Senado
)
Senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Eduardo Girão (Podemos-CE) se desentenderam a respeito da vacinação no Brasil e sobre uso da cloroquina e ivermectina (foto: Agência Senado )
A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID foi suspensa após desentendimentos entre os senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Eduardo Girão (Podemos-CE). O impasse foi a respeito de dados estatísticos sobre o número de vacinados no país e também a respeito do uso de ivermectina e cloroquina contra o coronavírus.
 
O senador Otto fez alguns questionamentos ao ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo, que presta depoimento na CPI nesta terça-feira (18). Entre eles, falou da compra de vacinas.

"Começo achando que há uma contaminação muito grande com a falta da verdade, inclusive com a fala do senador Eduardo Girão. Ele disse que o Brasil é o quarto país que mais vacinou. O Brasil vacinou a primeira e segunda dose 9,7% da população", disse o parlamentar do PSD.
 
Em seguida, ele também menciona o uso de medicamentos sem comprovação científica na eficácia contra a Covid-19. "Eu nunca pensei, médico que sou, que o meu país tivesse tanta vaga para charlatão. Medicando medicamento que não tem eficácia para a doença tipo hidroxicloroquina e outros também que são levados à população o risco de ter problemas muito graves, inclusive complicações para levar os pacientes a óbito", afirmou.
 
O senador Eduardo Girão, então, pediu ao presidente da CPI, Omar Aziz, para rebater o comentário. "Fazer um contraponto ao senador Otto Alencar que diz que eu faltei com a verdade (...). Eu falei na pergunta que o Brasil vacinou, isso é fato. O Brasil vacinou 58.686.976 pessoas, é o total do consórcio da imprensa. O senhor falou que dá 9%, mas isso representa quase 15%", respondeu.

Ele também mencionou a fala do colega parlamentar dos medicamentos. "Quando o senhor coloca que tem gente que morre com medicamentos que existe há décadas, o senhor está sendo mentiroso", acrescentou.

O presidente da CPI decidiu suspender a reunião.
TAGS: senadores | boca | bate | suspensa | reunião | cpi |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Britney Spears pede fim de tutela paternal
Protesto em Brasília acaba com conflito entre indígenas e policiais
Manhã na Clube: entrevistas com Carlos Veras, Sérvio Fidney e Marcel Costi
Vacina contra a Covid-19 criada em Cuba tem eficácia de 92%
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco