Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

CULTURA

Carnaval, São João e FIG não acontecerão a curto prazo, afirma Gilberto Freyre Neto

Publicado em: 13/05/2021 11:33

O secretário de Cultura de Pernambuco refletiu sobre as perspectivas para a classe artística no contexto de pandemia (Foto: Hélia Scheppa/Governo de Pernambuco
)
O secretário de Cultura de Pernambuco refletiu sobre as perspectivas para a classe artística no contexto de pandemia (Foto: Hélia Scheppa/Governo de Pernambuco )

Em entrevista ao jornalista e músico AD Luna, no programa InterD - música e conhecimento dessa quarta-feira (12), na Universitária 99.9 FM, o secretário de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto, falou sobre a dificuldade de realização de eventos de grande porte no estado. "A gente sabe que não vai acontecer, no curtíssimo prazo, nenhum tipo de atividade que se relacione, por proximidade, ao que a gente faz no Carnaval, no São João, num Festival de Inverno de Garanhuns", destacou.

Freyre discorreu ainda sobre a possível retomada de execução da Lei Aldir Blanc, caso receba sanção presidencial e do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura). "Todos estamos aguardando, com muita ansiedade, a sanção presidencial. É óbvio que ela pode vir com vetos total, parcial, pode voltar para o Congresso. A gente realmente não sabe o que esperar. Mas estamos todos acreditando que a Lei Aldir Blanc vai ter essa segunda frente, que vai fazer com que os estados e municípios possam utilizar o saldo de recursos disponíveis em conta corrente, daquilo que não foi aplicado no ano passado", pontuou.

Sobre o formato, o secretário acredita que seguirá a mesma dinâmica da rodada anterior de distribuição de recursos. "Imaginamos fazer a mesma coisa que foi feita no primeiro ciclo: novos editais para contemplar quem por acaso tenha ficado de fora no primeiro ciclo", contou Freyre. Destacou, ainda, que a secretaria deverá fazer uma análise sobre os editais anteriores, identificando aqueles que melhor conseguiram aplicar, capilarizar esse volume de recursos que foi transferido, para que mais artistas possam usufruir desses recursos, mais grupos culturais possam se proteger dessa paralisação", disse.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Time de engenheiros se une para montar respiradores 15 vezes mais baratos e salvar milhares de vidas
Manhã na Clube: entrevistas com Marília Arraes, Marcella Salazar e Aurimar Borges Jr
Presidente da Argentina faz ataques xenofóbicos ao Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com Tadeu Alencar e Túlio Rangel
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco