Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

REDUÇÃO

Governo russo avalia reduzir imposto de importação de carne aviária brasileira

Publicado em: 02/03/2021 17:18

 (O governo russo está preocupado com a elevação dos valores destes produtos porque são considerados os mais acessíveis a sua população. Foto: Arquivo/Agência Brasil)
O governo russo está preocupado com a elevação dos valores destes produtos porque são considerados os mais acessíveis a sua população. Foto: Arquivo/Agência Brasil
A Rússia estuda a possibilidade de diminuir o imposto sobre a importação de carne de aves vindas do Brasil, caso outras medidas para conter no país a alta de preços não sejam suficientes. O governo russo está preocupado com a elevação dos valores destes produtos porque são considerados os mais acessíveis a sua população.

Nesta terça-feira (2), o Ministro da Agricultura russo, Dmitry Patrushev, realizou uma reunião com as maiores empresas da indústria avícola, onde foram discutidas questões relacionadas ao aumento dos preços da carne de aves e também de ovos na Rússia. "Durante a reunião, foi mencionado que, como possível medida de estabilização, o governo estaria considerando a redução do imposto de importação sobre a carne de aves brasileira, que é considerado um dos principais fornecedores do produto. A medida poderá ser aceita se outros recursos tomados não sejam satisfatórios para deter o aumento", acrescentou um dos participantes do encontro.

O Ministério da Agricultura da Rússia já havia antes recomendado várias ações de incentivo para manter a estabilidade financeira dos produtos. Deste modo, Patrushev planeja aumentar o limite de empréstimos de curto prazo para as companhias do setor avícola, além ainda de prolongar os empréstimos preferenciais de investimento para empresas que foram afetadas pela gripe aviária por até 12 anos.

Segundo Patrushev, também esta sendo analisado um aumento gradual nas taxas de importação sobre ovos, assim como a possibilidade de reembolsar os custos de construção e modernização das instalações de produção de ovos a partir de 2022, além de poder compensar parte dos custos por quilo de produtos fabricados e vendidos "No ano passado, a demanda por estes produtos aumentou significativamente, enquanto sua produção diminuiu devido a surtos de gripe aviária em diversas regiões do país", apontou um empresário do setor que não teve o nome revelado.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Posse e compra de armas de fogo geram polêmica entre autoridades e população
Liberdade de imprensa piora no Brasil de Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 20/04
Metade da população adulta nos EUA já tomou ao menos uma dose de vacina contra Covid
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco