Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

MÚSICA

Antonio Nóbrega participa do Sonora Coletiva, da Fundaj

Publicado em: 25/02/2021 15:03

 (Foto: Priscilla Buhr/Divulgação)
Foto: Priscilla Buhr/Divulgação

O recifense Antonio Nóbrega participará de um bate-papo nesta quinta-feira (25), às 19h, com transmissão no Canal multiHlab, no YouTube, como parte das atividades do Sonora Coletiva, vinculado à Revista Coletiva, da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). Participarão da conversa os pesquisadores Allan Monteiro, Cristiano Borba e Túlio Velho Barreto, responsáveis pela mídia experimental Sonora Coletiva.

Os pesquisadores também têm desenvolvido atividades no âmbito do Núcleo de Imagem, Memória e História Oral (NIMHO), do Centro de Documentação e de Estudos da História Brasileira (Cehibra), registrando depoimentos dos que produziram música em Pernambuco entre os anos de 1970 e 2000, além de editarem e apresentarem o Sonora Coletiva.

Segundo o pesquisador Túlio Velho Barreto, o convite Antonio Nóbrega se deu "por se tratar de um artista completo, múltiplo, que conseguiu inovar e se destacar em todos os campos em que atua, sendo igualmente um formador de novos artistas. Na verdade, Nóbrega é um dos mais originais artistas de sua geração, que poderia ter restringido sua carreira no respeitado e bem sucedido Quinteto Armorial. Mas, não. Sendo alguém que parece ser irrequieto, como um autêntico brincante, e que gosta de encarar sempre novos desafios, se dedicou a ampliar a abordagem da cultura popular, indo além da leitura que o Quinteto Armorial fazia a partir da tradição europeia dos grupos de câmara."

Antonio Nóbrega iniciou sua carreira artística como violinista ainda nos anos de 1960. Muito jovem passou a integrar a Orquestra de Câmara da Paraíba e a Orquestra Sinfônica do Recife. Logo seria convidado por Ariano Suassuna para participar do Quinteto Armorial, grupo precursor na criação de uma música de câmara brasileira de raízes populares.

Fruto do seu envolvimento com o universo da cultura popular brasileira, a partir da segunda metade dos anos de 1970, começou a desenvolver um estilo próprio de criação no campo da música e das artes cênicas, incluindo a dança. Desde então, encenou e apresentou diversos espetáculos no Brasil e no exterior, onde também desenvolveu uma sólida carreira artística envolvendo suas três paixões: música, dança e teatro.

SERVIÇO
Sonora Coletiva com Antonio Nóbrega, com Allan Monteiro, Cristiano Borba e Túlio Velho Barreto
Onde: Transmissão no Canal multiHlab, no YouTube
Quando: 25 de fevereiro de 2021 (quinta-feira), a partir das 19h

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Posse e compra de armas de fogo geram polêmica entre autoridades e população
Liberdade de imprensa piora no Brasil de Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 20/04
Metade da população adulta nos EUA já tomou ao menos uma dose de vacina contra Covid
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco