Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Pesquisa

Preço médio do aluguel fecha 2020 com alta de 5% no Recife

Publicado em: 19/01/2021 08:00 | Atualizado em: 19/01/2021 10:50

Crescimento da capital pernambucana foi o terceiro maior entre as 11 capitais analisadas.  (Foto: Fernanda Carvalho/Fotos Públicas)
Crescimento da capital pernambucana foi o terceiro maior entre as 11 capitais analisadas. (Foto: Fernanda Carvalho/Fotos Públicas)

O preço médio do aluguel no Recife teve alta de 1,17% em dezembro na comparação com novembro. No fechamento do ano, 2020 encerrou com variação acumulada de 5%, segundo os dados do Índice FipeZap. O resultado no balanço do ano na capital pernambucana foi acima da média nacional, que teve crescimento de 2,48% entre janeiro e dezembro. Levando em consideração a inflação medida pelo IPCA/IBGE, que foi de 4,52%, o Recife ficou acima. Mas teve desempenho abaixo da medida pelo IGP-M/FGV, que cresceu 23,14%. Entre as 11 capitais brasileiras analisadas, a pernambucana teve o terceiro maior crescimento, atrás apenas de Goiânia e Belo Horizonte, que registraram altas de 8,87% e 6,24%, respectivamente. 

Este é o quarto ano que o Recife fecha com crescimento no preço do aluguel no acumulado de janeiro a dezembro, mas a alta foi menor das registradas em 2019 e 2018, quando o fechamento foi de 7,18% e 7,21%, respectivamente. Em 2017, teve incremento, mas um pouco menor do que em 2020, de 4,98%. Em 2016, a capital pernambucana havia encerrado o ano com queda de 1,29% no valor do aluguel. 

O Recife também teve o terceiro maior valor por metro quadrado. Custando R$ 31,50, ficou atrás apenas de São Paulo, com R$ 40,06, e Brasília, com R$ 32,16. A capital pernambucana, inclusive, teve o preço mais alto do o Rio de Janeiro, que ficou em quarto lugar no ranking nacional por R$ 30,74, e também do que a média nacional, que foi de R$ 30,46. Entre os bairros recifenses que tiveram os maiores valores por metro quadrado, a Ilha do Leite liderou o ranking, com R$ 45,74, seguido do Pina (R$ 43,97), Boa Viagem (R$ 35,70), Rosarinho (R$ 34,89) e Parnamirim (R$ 33,62). Por outro lado, entre os bairros que tiveram os menores preços foram Campo Grande (R$ 13,38), Cordeiro (R$ 15,58), Várzea (R$ 17,23), Ilha do Retiro (R$ 17,54) e Boa Vista (R$ 19,38).

Em relação à rentabilidade do aluguel, que é a razão entre o preço médio de locação e o preço médio de venda dos imóveis, o Recife foi a capital que teve a maior variação no último mês, com 5,99%, seguida de Salvador, com 5,26%, e São Paulo, com 5,16%. Na média nacional, o retorno médio do aluguel residencial encerrou em dezembro em 4,70%. Este indicador serve como uma medida de rentabilidade para o investidor que opta em adquirir o imóvel com o objetivo de obter renda com aluguel ao longo do tempo e pode ser usado para avaliar a atratividade do mercado imobiliário em relação a outras opções disponíveis aos investidores. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Covid longa preocupa OMS e desperta desafios
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 25/02
Bolsonaro diz não ter briga com a Petrobras
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 24/02
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco