Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Covid-19

Pernambuco receberá 270 mil doses da Coronavac na primeira remessa

Publicado em: 18/01/2021 10:58 | Atualizado em: 18/01/2021 12:43

Governo de São PauloDivulgação
Pernambuco deverá receber 270 mil doses da vacina Coronavac na primeira remessa enviada pelo governo federal, que tem previsão para chegar ao estado ainda nesta segunda-feira (18). No primeiro momento serão vacinados parte dos profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos que vivem em instituições, além de deficientes institucionaizados e indígenas aldeados. Serão imunizadas 135 mil pessoas inicialmente, com duas doses cada.

O secretário de Saúde, André Longo, explicou que o grupo prioritário, que requer mais de um milhão de doses, teve que ser dividido em subgrupos por causa da escassez de vacinas. O montante que vai chegar a Pernambuco por volta das 19h40, em um voo da Latam que virá de Guarulhos (SP). é 25% menor que a previsão inicial divulgada pelo governo do estado na semana passada, de 360 mil doses. Um dos motivos para a redução é o fracasso, até agora, das negociações entre os governos brasileiro e da Índia, que ainda não estabeleceu data para enviar os dois milhões de doses da vacina AsraZeneca/Oxford.

Na semana passada, um avião da Azul chegou ao Recife, para daqui seguir a Mumbai em busca das doses. Diante da indefinição, a aeronave ganhou outra missão - levar oxigênio medicinal para o Amazonas - e a campanha nacional será aberta apenas com seis milhões de doses produzidas pelo consórcio Coronavac/Instituto Butantan.

Segundo informações da Agência Brasil, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que a vacinação começará nos estados ainda nesta segunda-feira. Ele disse que a previsão é que a distribuição das doses da vacina com uso de aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) ocorra até as 14h de hoje, e que as primeiras aplicações sejam feitas até as 17h.

Ao lado de governadores, Pazuello participou, nesta manhã, do ato simbólico de entrega de 4,6 milhões de doses da CoronaVac no Centro de Logística do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. As vacinas serão transportadas por via aérea para o Distrito Federal e as capitais de dez estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina. Também há previsão de distribuição de vacinas por via terrestre.

Segundo o ministro, o Instituto Butantan receberá um ofício pedindo celeridade no envio do pedido de autorização à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a produção de mais 2 milhões de doses da CoronaVac. A documentação deve ser analisada até 31 de março. Pazuello reforçou que os primeiros a receber as doses da vacina serão  integrantes do grupo prioritário: profissionais da saúde, idosos e indígenas. Pazuello destacou, ainda, que os cuidados com uso de máscara e álcool em gel não podem ser deixados de lado. “A vacina não determina o fim das medidas protetivas”, disse. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Combate à obesidade ganha ainda mais importância no contexto da pandemia
Resumo da semana: explosão de casos de Covid-19 e desdém do presidente
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 05/03
Na pior fase da pandemia, cidades fazem panelaço contra Bolsonaro
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco