Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

VACINA

Promotores de SP pedem que categoria seja vacinada primeiro contra a covid

Publicado em: 03/12/2020 17:02

 (Foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
Em carta, promotores do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) pediram que a categoria seja vacinada com prioridade contra a covid-19. O documento foi organizado durante reunião do Conselho Superior do Ministério Público e consta na ata do encontro que ocorreu em 24 de novembro. O pedido foi levado ao colegiado pelo promotor Roberto Barbosa Alves, e apresentado pelo conselheiro Arual Martins. O governador João Doria garantiu nesta quinta-feira (3/12) que o início da vacinação no estado será em janeiro.

A ata da reunião em que eles pediram para entrar no primeiro grupo prioritário foi retirada do site do MPSP. O documento seria apresentado no Comitê de Crise do estado, e levado ao governador João Doria. Na carta, revelada pelo jornal Brasil de Fato, a categoria pede que os promotores de Justiça sejam incluídos no  primeiro grupo da vacinação, que atualmente, contempla idosos e profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia.

No texto, os promotores afirmam que não se trata de uma questão de "egoísmo" e alegam que trabalham no atendimento ao público. “Não é uma questão de egoísmo em relação a outras carreiras, mas tendo em vista notadamente os colegas do primeiro grau, que trabalham com audiências, atendimento ao público e outras atividades em que o contato social é extremamente grande e faz parte do nosso dia a dia”, diz o trecho.

O próprio site do Ministério Público de SP informa que, em diversos setores, reuniões e audiências estão sendo realizadas de maneira remota, sem contato direto entre as pessoas envolvidas. De acordo com a ata, em resposta ao pedido, o procurador-geral de Justiça Mário Luiz Sarrubbo disse que poderia "pessoalmente se empenhar em apresentar esse pleito ao governo do estado".

Sarrubbo afirmou ainda que teria ouvido no dia anterior do governador João Doria que se encerraram os testes com a vacina chinesa CoronaVac, e que os documentos seriam encaminhados à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para registro e liberação do medicamento.

Campanha de vacinação
O Ministério da Saúde definiu que no ano que vem quatro grupos prioritários serão vacinados contra a covid-19 (veja quadro abaixo). A expectativa é de que sejam adquiridas 15 milhões de doses em um primeiro lote. No total, até dezembro de 2021, 109 milhões de pessoas devem ser imunizadas.

Em nota à imprensa, o MP-SP informou que está "certo de que as autoridades sanitárias de São Paulo e do Brasil definirão o cronograma de aplicação da vacina contra o novo coronavírus com base em critérios científicos, priorizando a imunização das parcelas da população mais vulneráveis à covid-19, tanto do ponto de vista médico quanto social".

Grupos prioritários
Grupo 1: profissionais de saúde, indígenas, idosos a partir de 75 anos e pessoas com mais de 60 anos e que vivem em asilos ou instituições psiquiátricas;

Grupo 2: pessoas de 60 a 74 anos;

Grupo 3: pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença (como portadores de doenças renais crônicas e cardiovasculares);

Grupo 4: professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população em unidades prisionais;

Os quatro grupos atendem 109 milhões de pessoas. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem 2020: professores do Colégio Núcleo comentam ao vivo as provas deste domingo
Enem em plena pandemia vira desafio em dobro para estudantes
Enem para todos com o Fernandinho Beltrão #369 #370 Isolamento geografico, reprodutivo e genético
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 15/01
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco