Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Cultura

Livroteca Brincante do Pina promove "tráfico de livros" transformando a realidade da comunidade do Bode

Publicado em: 04/12/2020 13:28 | Atualizado em: 04/12/2020 19:20

 Bibliotecária voluntária Jaqueline Silva (Fiona Forte/Divulgação)
Bibliotecária voluntária Jaqueline Silva (Fiona Forte/Divulgação)
Um grupo encabeçado pelo músico e poeta Ricardo Gomes (Kcal) substituiu o tráfico de drogas em uma palafita na comunidade do Bode, localizado no bairro do Pina, Zona Sul do Recife, pelo tráfico de livros. A troca de informações e o incentivo à cultura é a marca da Livroteca Brincante do Pina. Idealizado há 25 anos, o projeto estimula a leitura, integração artística, cultural e ambiental que tem como base uma biblioteca comunitária, iniciada ainda na palafita,  com foco em trabalhar com a comunidade do Bode. “A livroteca nasceu de um sonho de poder mudar um pouco a realidade. Plantar uma sementinha nessa comunidade que passa por tanta vulnerabilidade, discriminação e preconceitos”, conta a voluntária Magda Alves.

Atualmente localizada na Rua Artur Lício, número 291, a livroteca é mantida por voluntários e amigos que se identificam com o projeto. O trabalho dentro do Bode conta com a parceria da comunidade, comerciantes locais  e voluntariado que mobiliza recursos e suporte social para o projeto. Além do planejamento das atividades culturais, o espaço possui acervo literário infantil e adulto. Uma horta, que chamam de farmácia viva, também foi instalada pelos voluntários para disponibilizar ervas medicinais para a comunidade. Para a prática de atividades esportivas e apresentações culturais, a livroteca utiliza uma quadra na comunidade do Bode. 
A voluntária Magda Alves no Piquenique Literário. (Fiona Forte/Divulgação)
A voluntária Magda Alves no Piquenique Literário. (Fiona Forte/Divulgação)

Com a pandemia da Covid-19, o CineBode, onde é colocado um telão na praça com filmes de faixa etária Livre para toda a comunidade participar, precisou ter uma pausa. Contudo, a voluntária Magda, que é comunicadora e educadora no projeto, conta que foi necessário retornar com algumas atividades voltadas ao público infantil devido ao ócio que essas crianças estavam passando provocado pelo coronavírus. “Tínhamos uma atividade marcada para às 16h, mas as crianças já estavam desde às 14h30 aguardando para o início”, Magda explicou ainda que essa atividade é o Piquenique Literário, que ocorre às quartas na praça Seu Inácio.

Já para o público jovem e adulto, o projeto realizou a campanha Corona nas Periferias que, de março a setembro, distribuiu cestas básicas, kits de higiene e fortaleceu a economia comunitária doando Vale Verdura, Vale Gás e Vale Sururu em que era possível ser trocado apenas na comunidade do Bode. Para conseguir recursos, além das doações, o projeto realiza pedágios em semáforos do Pina para obter dinheiro e poder pôr em prática os planejamentos e ações sociais do grupo. 

A Livroteca Brincante do Pina promove gincana ecológica com corrida de barcos, oficinas e mutirões que, ao final, premiam os participantes com ventiladores, sanduicheiras e vales com a finalidade de unir e movimentar a comunidade do Bode. Os interessados em realizar doações ou ser voluntário do projeto, podem entrar em contato através do instagram @livrotecabrincantedopina ou pelo contato (81) 98318-2510.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com o Fernandinho Beltrão #369 #370 Isolamento geografico, reprodutivo e genético
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 15/01
Amazonas anuncia toque de recolher
Reino Unido proíbe voos do Brasil
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco