Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Educação

Estudantes de Passira, no Agreste pernambucano, ganham bolsa do CNPq

Publicado em: 01/12/2020 15:30

 (SEE/Divulgação)
SEE/Divulgação
No Agreste pernambucano, duas estudantes da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Manoel Guilherme da SIlva, localizada no munícipio de Passira, foram selecionadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para receber uma bolsa de iniciação científica. O projeto “Respirador Emergencial em Tempos de Covid-19”, criado pelas alunas Maria Layanne e Maria Jhúlia, visa auxiliar as pessoas afetadas pela pandemia.

As jovens criaram, com orientação dos professores Vanessa Valéria, de biologia, e Leandro Soares, de química, um protótipo de um respirador caseiro para tratar os sintomas causados pela Covid-19, mostrando como o sistema respiratório funciona e como o respirador auxilia esse sistema. De acordo com o professor Leandro Soares, a proposta do projeto tem o objetivo de conscientizar a população sobre as complicações respiratórias causadas pela doença, bem como a funcionalidade do respirador.

“No que se refere a sociedade, o nosso projeto visa esclarecer o funcionamento e a necessidade da intubação. E para o desenvolvimento tecnológico, ele busca servir como modelo para a elaboração de um respirador com menos gastos tecnológicos”, explicou o professor de química.

Para desenvolver o respirador, eles utilizaram materiais alternativos, como mangueira, conduite, bexiga e motor de máquina de lavar. O projeto conta com uma estrutura com o sistema respiratório aparente, totalmente explicativo e didático. O boneco exemplifica bem o sistema respiratório, como esqueleto, caixa torácica, traqueia e pulmões, e retrata o funcionamento do respirador emergencial.

“É uma sensação de dever cumprido diante dos desafios e dedicação que tivemos. Ser selecionada pelo CNPq para ganhar essa bolsa vai ajudar muito no desenvolvimento dos meus estudos. Só tenho gratidão por tudo que está acontecendo em minha vida”, disse a estudante Layane.

“O projeto foi muito significativo para mim, pois tivemos um acolhimento bem considerável dele. O recurso oferecido pelo CNPq vai nos ajudar muito não só com a melhoria do protótipo, mas também com nossos estudos”, afirmou a estudante Jhúlia.

A bolsa concedida pelo CNPq é um mecanismo para prestigiar e estimular o interesse dos alunos de escolas públicas em ciência, por meio da pesquisa. A bolsa terá vigência de 12 meses. O protótipo das estudantes também foi selecionado para participar da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), que acontecerá entre os dias 9 e 11 de dezembro, no Rio Grande do Sul. A Mostratec é a maior feira de ciência e tecnologia da América Latina e apresenta todo ano centenas de projetos científicos concorrendo em diversas áreas.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Técnica em enfermagem é a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 em Pernambuco
Enem para todos com Fernandinho Beltrão #126 Introdução ao Reino Protista #127 Classificação
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 18/01
Vacinação é antecipada e começa nesta segunda-feira em todo país
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco