Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Visit PE

Ipojuca apresenta projeto para Terminal Marítimo de Passageiros em Suape

Publicado em: 30/11/2020 18:35 | Atualizado em: 30/11/2020 19:21

Projeto será discutido nesta quarta-feira com o Estaleiro Atlântico Sul. (Foto: Rafa Medeiros/Divulgação)
Projeto será discutido nesta quarta-feira com o Estaleiro Atlântico Sul. (Foto: Rafa Medeiros/Divulgação)

Um projeto para a criação de um Terminal Marítimo de Passageiros no Porto de Suape, Litoral Sul do estado, foi criado pela Prefeitura de Ipojuca. O objetivo da Secretaria Municipal de Turismo é atrair os cerca de 2,5 mil turistas que viajam nas nove embarcações que devem passar pela costa brasileira nas próximas temporadas de cruzeiros. A ideia foi apresentada pelo município na abertura do Visit PE Travel Show, nesta segunda-feira (30). O evento acontece em Porto de Galinhas e tem como meta fomentar o turismo na região.

Detalhes do projeto serão discutidos nesta quarta (2) entre representantes da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), da Secretaria de Turismo de Ipojuca e do Estaleiro Atlântico Sul (EAS) para analisar a viabilidade do terminal em Suape. "A ideia é ter essa estrutura em Suape, em parceria com o estaleiro. Nossa expectativa é que esse terminal se torne um hub de Pernambuco. Há uma demanda muito grande para turismo flutuante. Cerca de 95% dos turistas que visitam um destino vindo em navio voltam para passar de cinco a seis dias no local posteriormente", afirmou a secretária de Turismo de Ipojuca, Carol Vasconcelos.

O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, aprovou o projeto e disse estar empenhado em torná-lo realidade. "Muito me entristece ver que Porto de Galinhas não tem uma marina, um píer e nenhuma estrutura de ponto de navegação para atrair os turistas, apesar de ter potencial para isso", pontuou. 

Proposta foi apresentada no evento Visit Pernambuco, que acontece em Porto de Galinhas. (Foto: Hans Von Manteuffel/Divulgação)
Proposta foi apresentada no evento Visit Pernambuco, que acontece em Porto de Galinhas. (Foto: Hans Von Manteuffel/Divulgação)

A expectativa da gestão municipal de Ipojuca é que o Porto de Suape já esteja recebendo turistas em um ano. A diretora de Turismo de Ipojuca Rafaela Correa disse que o projeto surgiu em abril deste ano, durante o fechamento do turismo local por causa da pandemia da Covid-19, como uma das estratégias para aquecer o setor durante a reabertura.

"A próxima temporada de cruzeiros [em janeiro de 2021] já está fechada, mas queremos que esteja tudo funcionando em até um ano. Temos o apoio da Embratur e queremos fechar a parceria com o estaleiro. O Porto de Suape já tem os órgãos necessários lá (como Anvisa e Polícia Federal). Precisamos apenas de uma estrutura para receber os passageiros", esclareceu.

De acordo com Hild Oliveira, também diretora de Turismo de Ipojuca, cerca de 80% dos turistas que desembarcam no Porto do Recife, que conta um Terminal Marítimo de Passageiros, visitam Porto de Galinhas. A viagem terreste, de aproximadamente 70 quilômetros, dura uma hora e meia, em média. Com a instalação no Porto de Suape, a viagem, de 20 km, seria feita em 30 minutos. "Nesta fase do projeto, estamos mostrando o potencial de desembarcar em Suape. A proximidade com Porto de Galinhas é um atrativo. Hoje, eles descem no Recife e perdem muito tempo no trânsito", disse.

Para viabilizar o projeto, as secretarias de Turismo e de Desenvolvimento Econômico de Ipojuca estão em contato com a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Brasil), entidade sem fins lucrativos que tem o objetivo de atuar na regulamentação, promoção e expansão da atividade no Brasil. A associação faz parte da Cruise Lines Internacional Association (Clia). "Estamos em tratativas com a Clia para saber se há a viabilidade ou não de trazer as rotas para cá", explicou Rafaela Correa.

Antes de Suape ser inserido na rota dos cruzeiros nacionais, a ideia é fazer alguns desembarques experimentais, segundo Hild. "É um setor que ainda está retomando. Queremos aproveitar a reabertura para trazer essa novidade para o Litoral Sul", ressaltou. O Estaleiro Atlântico Sul voltou a operar em Suape em outubro deste ano, após um ano e quatro meses sem operação. Em processo de recuperação judicial, a empresa tem como uma das estratégias no retorno oferecer serviços de reparação naval.

A agenda desta quarta-feira no estaleiro tem o objetivo de concluir os últimos detalhes do projeto e fechar uma proposta de parceria. O Estaleiro Atlântico Sul informou que se trata de uma "visita de cortesia". O EAS ressaltou que os representantes da prefeitura e da Embratur vão ao local para avaliar a possibilidade de o cais ser usado para embarque e desembarque de passageiros. "Não existe protocolo ou memorando de intenções entre as partes. O EAS tem avaliado todas as possibilidades de utilização de suas instalações. Estamos abertos a esse novo momento, mas ainda não há nada firmado", respondeu.

Especialista em análise de negócios com 10 anos de atuação no Turismo, o professor do PieR de Negócios João Paulo Gomes analisa como acertado o pleito do trade turístico e do poder público de Ipojuca para o Terminal Marítimo de Passageiros de Suape. "Entretanto, Pernambuco também tem o papel de dinamizar seus destinos indutores, como Olinda e Recife. Dessa forma, o debate deve ser mais profundo. Assim como o turismo de negócios, mesmo quando ofertado no Recife, impulsiona a economia de Ipojuca; o contrário também acontece quando um passageiro de turismo de lazer que deseja conhecer Porto de Galinhas gasta parte do GMID (gasto médio individual diário) na capital", destacou. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com o Fernandinho Beltrão #369 #370 Isolamento geografico, reprodutivo e genético
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 15/01
Amazonas anuncia toque de recolher
Reino Unido proíbe voos do Brasil
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco