Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Eleições 2020

'Aqui começa uma nova articulação da oposição no estado de Pernambuco', afirma Marília Arraes

Publicado em: 29/11/2020 21:15 | Atualizado em: 29/11/2020 22:16

Marília afirmou que seguirá fazendo oposição.  (Foto: Bruna Costa/Esp.DP)
Marília afirmou que seguirá fazendo oposição. (Foto: Bruna Costa/Esp.DP)
Após a derrota no segundo turno das eleições do Recife, Marília Arraes (PT) falou sobre o legado deixado pela campanha e agradeceu o apoio da militância. Acompanhada de aliados, Marília fez um pronunciamento na noite deste domingo (29) em um hotel no bairro da Soledade, no centro do Recife, onde foi saudada pelos apoiadores. 

"Queria agradecer aos quase 350 mil recifenses que depositaram nas urnas essa esperança de mudança. E nós temos a consciência tranquila de que fizemos uma campanha bonita, limpa. É importante dizer que desde 2006 nenhuma candidatura do PSB tinha essa dificuldade de ganhar uma eleição. Nós fomos ao segundo turno com praticamente o mesmo percentual de votos e chegamos aqui com uma votação expressiva. Isso mostra a insatisfação das pessoas com a atual gestão”, afirmou Marília.

A candidata estava acompanhada da deputada estadual Teresa Leitão (PT), o deputado federal José Guimarães (PT/CE), o candidato a vice na chapa, João Arnaldo (Psol), o prefeito reeleito de Jaboatão dos Guararapes Anderson Ferreira (PL) e o presidente estadual do Podemos, deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos). 

Outros que estiveram presentes foram os vereadores Aline Mariano (PP) e Jairo Britto (PT), os deputados estaduais Wanderson Florêncio (PSC) e Jô Cavalcanti (Juntas), e os deputados federais Natália Bonavides (PT-RN) e Carlos Veras (PT). Este último declarou que o sentimento não é de derrota. “Politicamente o PT sai cada vez mais forte e estamos prontos para enfrentar um novo processo eleitoral. Vamos organizar, discutir e dialogar para construir um novo processo em Pernambuco. O PT é muito forte em Pernambuco. É uma vitória política muita grande que o PT teve no Recife”, disse. 

Marília também anunciou que seguirá fazendo oposição ao PSB. “Foi feita a democracia e temos que respeitá-la. Também temos que desejar sempre o melhor para a cidade. Mas é importante também deixar marcado que aqui começa uma nova articulação da oposição no estado de Pernambuco”, falou. 

A petista acrescentou que independente do resultado, o sentimento era de felicidade. “Estou muito feliz, porque a gente viu reacender a esperança de muita gente nessa campanha. Só isso já é uma grande vitória. Estou muito feliz com tudo que nós fizemos, com todo o debate que nós fizemos sobre a cidade”.

A candidata derrotada falou que quer ser vista como inspiração para o público feminino. “Nunca uma mulher tinha conseguido chegar ao segundo turno no Recife. Quero que nas próximas eleições mais mulheres estejam nesses espaços e quero que minhas posições inspirem outras mulheres. Sejam mulheres que estão na política, ou mulheres que estão no seu dia-a-dia sofrendo todas essas violências que nós sofremos, assédio moral, assédio sexual, machismo, discriminação”.

Marília finalizou agradecendo aos familiares e aos eleitores. “Não foi uma candidatura de Marília. Foi um projeto para o Recife e esse projeto não morreu, porque a gente quer muito mais para nossa cidade. Agradeço novamente a todos os recifenses. Não deixem a esperança de vocês morrer”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Verão inspira cuidados com a saúde e alimentação
Resumo da semana: enfim, a vacina, posse de Biden e cerco contra os fura-filas
Rede de voluntários faz diferença em Manaus
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão - Algas e fungos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco