Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

OBRAS

Governador inaugura polo industrial de Limoeiro e anuncia investimentos no interior

Publicado em: 30/10/2020 19:08 | Atualizado em: 30/10/2020 19:24

Inauguração do distrito industrial de Limoeiro aconteceu nesta sexta. (Foto: Anamaria Nascimento/DP)
Inauguração do distrito industrial de Limoeiro aconteceu nesta sexta. (Foto: Anamaria Nascimento/DP)

O parque industrial de Limoeiro, no Agreste do estado, foi inaugurado nesta sexta-feira (30). Implantado às margens da PE-50, o polo tem 30 hectares e capacidade para abrigar mais de 15 empresas. A previsão é que elas gerem mais de 3 mil empregos diretos. No município, o governador Paulo Câmara inaugurou a infraestrutura de acesso viário ao distrito empresarial e anunciou a instalação da nova sede da Lapon Indústria Farmacêutica.

Os investimentos públicos em Limoeiro chegam a R$ 7,1 milhões e foram realizados por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper). "Alguns empreendimentos já chegaram e vão começar as obras, como a indústria farmacêutica, e outros estão por vir. Essa é uma demonstração de que queremos promover a interiorização do desenvolvimento", afirmou Paulo Câmara.

Limoeiro ganhou nova rodovia para a instalação do polo. (Foto: Heudes Regis/SEI/Divulgação)
Limoeiro ganhou nova rodovia para a instalação do polo. (Foto: Heudes Regis/SEI/Divulgação)

O orçamento foi executado na compra, por R$ 3,1 milhões, do terreno de 32,2 hectares para receber o polo empresarial e nas obras da infraestrutura viária, com cerca de 1,5 km de extensão, que custaram R$ 4 milhões. Os serviços para a rodovia incluíram terraplenagem, pavimentação, drenagem, proteção vegetal, sinalização, passeios e ciclovias nos dois lados da faixa de rolamento.

"Através da AD Diper, conseguimos identificar uma área, fazer um investimento, criar um distrito e atrair empresas para se instalarem lá. É uma região que tem empreendedores, já tem empresas que estão ampliando, outras a gente está trazendo de fora, ajudando não só Limoeiro, mas toda aquela região", pontuou o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach.

A primeira empresa a ser instalada no distrito será a nova fábrica da Lapon. Com investimento de R$ 52 milhões e previsão para empregar 274 pessoas, a unidade fabril funcionará paralelamente à antiga planta da empresa, também em Limoeiro. A nova área de produção contará também com setor de medicamentos sólidos. Atualmente, a empresa emprega 92 colaboradores e fabrica apenas medicamentos líquidos e suplementos sólidos, como cápsulas, comprimidos, pós e drinks.

O projeto tem previsão de duração de cinco anos, isto é, as obras devem ser concluídas em 2025. A inauguração, porém, pode acontecer antes. "A nova fábrica terá perspectiva de novos empregos para profissionais de diferentes áreas de atuação. As vagas serão para farmacêuticos, químicos, biólogos, nutricionistas e profissionais de TI, além de outros ramos. Priorizamos a mão de obra local, do município de Limoeiro", afirmou o presidente da Lapon, Renato Celso.

Outros investimentos
Governador também visitou obras em Glória do Goitá e Pombos. (Foto: Heudes Regis/SEI/Divulgação)
Governador também visitou obras em Glória do Goitá e Pombos. (Foto: Heudes Regis/SEI/Divulgação)

Depois da inauguração em Limoeiro, o governador do estado visitou outras cidades do interior para anunciar investimentos. Os aportes das empresas visitadas nesta sexta-feira somam R$ 128 milhões, com perspectiva de gerar 477 novos postos de trabalho.

Em Glória do Goitá, na Mata Norte pernambucana, Paulo Câmara visitou as obras de ampliação da Total Plast, que passará a produzir copos e potes de EPS (isopor). Os investimentos chegam a R$ 6 milhões, com a geração de 60 empregos. A nova operação deverá ser iniciada ainda neste ano. O Grupo Total Brasil Indústria de Descartáveis possui outra unidade em Criciúma (SC). A fábrica pernambucana foi inaugurada em 2015.

Em Pombos, cidade da Mata Sul que abrigará a nova sede da OL Indústria de Papéis, o governador foi até uma filial da empresa baiana OL Indústria de Papéis, que vai produzir fraldas descartáveis, papel higiênico e papel toalha, com um investimento de R$ 70 milhões. A perspectiva dos investidores é de gerar 262 empregos diretos.

Com a fábrica em Pernambuco – numa área de 4,18 hectares – a empresa espera reduzir o custo logístico para outras praças do Nordeste, aumentando o market share na região e direcionando a produção na unidade baiana para os mercados consumidores do Sudeste e Centro-Oeste.

  
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Segundo turno em PE: João Campos é eleito prefeito do Recife
Polícia Federal caça responsáveis por tentativa de ataque ao sistema do TSE
Apesar de empate em pesquisas, João Campos confia em vitória
Marília Arraes tem agenda intensa no dia que decide a eleição no Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco