Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Eleições 2020

Charbel se diz contra PL que proíbe dupla função: 'Nenhum país desenvolvido no mundo tem cobrador'

Publicado em: 28/10/2020 19:59 | Atualizado em: 29/10/2020 08:54

O candidato a Prefeitura do Recife fez uma visita à sede do Diario de Pernambuco. (Foto: Sandy James/Esp.DP FOTO)
O candidato a Prefeitura do Recife fez uma visita à sede do Diario de Pernambuco. (Foto: Sandy James/Esp.DP FOTO)
O candidato a prefeito do Recife, Charbel Maroun (Novo) visitou a sede do Diario de Pernambuco na tarde desta quarta-feira (28) falou sobre as suas propostas para a capital pernambucana, caso eleito. O candidato a vereador, Tecio Teles (Novo), também participou do encontro. "A gente não usa fundo eleitoral, temos pouco dinheiro. Eu comecei a ser conhecido agora e também não tenho inimigos nessa campanha. Meu principal argumento é esse, não usar fundo eleitoral e nem fazer conchavos", conta Charbel. 

Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até o momento, foram gastos R.019,95 na campanha do candidato, vindos principalmente de doações e campanhas de financiamento coletivo. Charbel foi um dos fundadores do Partido Novo em Pernambuco, e foi presidente estadual da sigla até 2017. No ano seguinte, ele foi candidato a deputado federal e com 22.210 votos foi o mais votado do partido pelo Nordeste, mas não foi eleito.

Charbel também se disse contra o Projeto de Lei n° 05/2019, que instituiu o fim da dupla função para os motoristas de ônibus. "Sou o único candidato a prefeito do Recife contrário. Nenhum país desenvolvido no mundo tem cobrador. Temos alternativas além do motorista [realizar a função], máquinas que aceitam até cartão de crédito, por exemplo", argumenta.

O candidato detalhou como pretende revitalizar o bairro do Recife. "Gente é que faz um lugar não se degradar. Precisamos colocar gente morando no Centro, porque atualmente só temos pessoas lá das 8h às 18h, durante a semana. Temos que eliminar a burocracia. Aqui tem muito o que se fazer e gente para investir, só precisamos desamarrar as coisas", diz ele. 

Charbel ainda defendeu a formação de parcerias público-privadas (PPPs) para captar recursos. "Muitas vezes o prefeito promete e não cumpre, porque não sabe de onde tirar a verba. Vou possibilitar que as empresas possam explorar comercialmente locais que disponham de estacionamentos ou de lanchonetes, por exemplo. Mas o que for gratuito continuará gratuito", garante o candidato. 

O procurador planeja uma grande reforma administrativa na Prefeitura do Recife. A ideia é reduzir o número de secretarias de 25 para 12. "Vamos extinguir algumas secretarias e integrá-las umas com as outras. Por exemplo, vamos pegar as secretarias de esporte e cultura e colocar dentro da pasta da educação. Um prefeito não consegue tratar com 25 secretários", explica ele, que também pretende diminuir a quantidade de cargos comissionados.

Se eleito, Charbel terá o desafio de governar o Recife ainda em plena pandemia do novo coronavírus. "O foco será em quem está doente ou conviveu com quem teve o vírus. Quem está doente será tratado logo no início. Não vamos esperar que a situação se agrave. Vamos disponibilizar todos os medicamentos que os médicos acreditem ser necessários. Não vamos implementar lockdown nem fechar nada. Em países economicamente vulneráveis, ter o lockdown é pior do que não ter", finaliza. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Teatro do Parque: a volta à vida de um gigante centenário
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão ##275 Mono e dicotiledôneas
Rhaldney Santos entrevista Dr Dimas Antunes
Argentina chora perda de Maradona
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco