Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

DEGRADAÇÃO

Queimadas destroem 85% de parque que abriga maior refúgio de onças-pintadas no mundo

Publicado em: 16/09/2020 22:13

 (Foto: Raul Coimbra/Divulgação)
Foto: Raul Coimbra/Divulgação

Por Maíra Alves 

O fogo que atingiu o Parque Estadual Encontro das Águas, localizado na região de Porto Jofre, na cidade de Poconé, no Pantanal de Mato Grosso, destruiu 92 mil hectares. Isso representa 85% da área total do local, que tem 108 mil hectares. A análise foi realizada pelo Instituto Centro de Vida (ICV) com base em imagens de satélite feitas até domingo (13/9).

O Parque Estadual Encontro das Águas é conhecido por ter a maior concentração de onças-pintadas do mundo. Turistas de todas as regiões do Brasil e do exterior procuram o lugar para observar os felinos durante passeios de barco.

Ameaçadas de extinção

De acordo com análise do instituto, as onças-pintadas, que já são ameaçadas de extinção por causa da caça ilegal e o tráfico de animais, agora também convivem com o perigo das queimadas que estão acontecendo em todo o estado.

Em vídeo divulgado pela organização (veja abaixo), e possível visualizar como as áreas do Parque foram e estão sendo consumidas pelo fogo.

 

Ainda não se sabe quantos animais já morreram em consequência dos incêndios.

Situação de emergência

O governo federal decretou, em 14 de setembro, situação de emergência em Mato Grosso por causa dos incêndios florestais. O decreto vale por 90 dias, podendo ser prorrogado. A medida permite que o estado adote ações de reforço na prevenção e combate aos focos, assim como a manutenção de serviços públicos nas áreas atingidas.

Resgates de onças

Após 13 horas de viagem, a onça Ousado finalmente chegou à ONG Nex No Extinction, em Corumbá (GO), nesta segunda-feira (14/9). Onça-pintada macho foi batizada pela equipe que o resgatou no Pantanal, no Parque Estadual Encontro das Águas, tem queimaduras de 2° grau nas patas e um quadro de desidratação. Daniela Gianni, coordenadora do Nex, explica que o transporte dos animais está sendo feito com a ajuda da Secretaria do Meio Ambiente de Mato Grosso. “Muito animais estão morrendo porque faltam recursos para o resgate”, disse.

Um filhote de onça-pintada com as patas queimadas também foi resgatado no Pantanal mato-grossense na tarde da última sexta (11/9) pela Marinha do Brasil. Para o resgate, foi usado um helicóptero Super Cougar (UH-15), empregado na Operação Pantanal desde o início do incêndio (25/7) para o transporte de pessoal e material.

A onça foi levada da região de Porto Jofre para o Hospital Veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

O parque

O Parque Estadual Encontro das Águas fica no encontro dos rios Cuiabá e Piquiri, na região de Porto Jofre, entre Poconé e Barão de Melgaço, municípios a 104 e 121 km de Cuiabá, respectivamente.

O melhor momento para observar as onças é no período de seca, entre julho e o fim de setembro. Nesses meses, as onças ficam mais próximas das margens dos rios em busca de água e caça.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro
Rhaldney Santos entrevista o empreendedor digital Harry Thorpe, criador da plataforma Miauu
Rhaldney Santos entrevista a ginecologista Altina Castelo Branco
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco