Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Flexbilização

Serviços de alimentação e shoppings têm horário de funcionamento ampliado

Publicado em: 06/08/2020 17:14 | Atualizado em: 06/08/2020 20:38

Restaurantes continuam com protocolos específicos para o setor.  (Foto: Leandro de Santana/Esp. DP)
Restaurantes continuam com protocolos específicos para o setor. (Foto: Leandro de Santana/Esp. DP)

O plano de flexibilização das atividades econômicas vai avançar de forma diferente em cada região de Pernambuco a partir da próxima segunda-feira, dia 10 de agosto. Nesta nova etapa, na Região Metropolitana do Recife e nas Zonas da Mata Norte e Sul serão contemplados os serviços de alimentação, shoppings e centros comerciais, que terão o horário ampliado e poderão funcionar das 10h às 22h. No Agreste, as atividades de alimentação continuam com horário limitado entre 6h e 20h, porém serão liberadas as feiras do Polo de Confecções. Já nas regiões com cidades polo de Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, o plano de retomada passa para etapa seis, com reabertura dos serviços de alimentação e academias de ginástica com restrições. Nas gerências de Salgueiro e Petrolina, serviços de escritório e comércio de veículos e locadoras terão flexibilização. As exceções são para Ouricuri e Araripina, que entrarão em um isolamento social mais rígido a partir desta sexta-feira até o próximo dia 16.

Na Região Metropolitana do Recife e Zonas da Mata Norte e Sul, os restaurantes, bares, cafeterias, lanchonetes e similares, que foram reabertos no dia 20 de julho, estavam com funcionamento limitado entre 6h e 20h. Já os centros de compras retomaram as atividades no dia 22 de junho, inicialmente das 12h às 20h, tendo em um primeiro momento uma flexibilização a partir do dia 6 de julho, com horário alternativo das 11h às 19h, e depois a ampliação desde 27 de julho, quando passou a abrir das 10h às 20h. "Vamos dar continuidade ao plano de convivência e estamos conseguindo implantar a volta das atividades econômicas com muita responsabilidade, acompanhando os reflexos delas na pandemia", disse Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.

Já na região do Agreste, que abrange os municípios de Caruaru e Garanhuns e o entorno, o avanço para etapa seis aconteceu na última segunda-feira, com a reabertura de bares e restaurantes, e o horário permanecerá entre 6h e 20h. Porém, as feiras do Polo de Confecções poderão voltar a funcionar. Em Toritama, a feira poderá funcionar já no próximo domingo. "O novo decreto vai permitir, é uma atividade importante para o estado, mas vai delegar a regulamentação para as prefeituras de cada município porque cada um tem uma realidade diferente. É importante voltar de forma gradual e efetiva e com a disciplina dos protocolos dos empreendedores e também dos clientes", afirmou Schwambach.

Nas regiões com cidades polo de Arcoverde, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada e o entorno, o plano de flexibilização avança para etapa seis, coma reabertura dos serviços de alimentação e shoppings com capacidade de 50% e horário de funcionamento das 6h às 20h. As academias e polo de confecções também poderão reabrir com protocolos. A macrorregião 4, também no Sertão, está dividida por conta do avanço de forma diferente da contaminação do coronavírus.

Nas gerências de saúde com sede em Salgueiro e Petrolina, haverá avanço para etapa cinco, com funcionamento de 50% dos serviços de escritório e 100% das concessionárias de veículos. Já as regionais de Ouricuri e Araripina vão recuar da etapa quatro para a dois, com quarentena mais rígida e apenas as atividades de comércio consideradas essenciais funcionando. A medida vale dos dias 7 ao 16 de agosto.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: Entenda por que a inflação dos alimentos disparou
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #259 O que é uma planta?
Rhaldney Santos entrevista Rodrigo Novaes e Otaviano Maroja
Rhaldney Santos entrevista o desembargador do TJPE Erik Simões
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco