Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Eleições 2020

No Twitter, Gleisi Hoffmann expõe conflito com presidente do PSB causado pela disputa no Recife

Publicado em: 13/08/2020 16:44 | Atualizado em: 13/08/2020 16:46

João Campos e Marília Arraes são deputados federais por Pernambuco e estão na disputa pela prefeitura do Recife (Divulgação/ Ricardo Labastier/ Divulgação)
João Campos e Marília Arraes são deputados federais por Pernambuco e estão na disputa pela prefeitura do Recife (Divulgação/ Ricardo Labastier/ Divulgação)

A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann, usou as redes sociais na tarde desta quinta-feira para criticar uma fala do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. Em coluna publicada no Jornal O Estado de s. Paulo, também nesta quinta, o socialista referendou que os dois partidos não compartilhariam o palanque em nenhum município. "Entre o PT e o Brasil, o PT sempre ficou consigo mesmo, é o vetor da divisão da esquerda. Não estaremos com ele em lugar nenhum nestas eleições", disse Carlos Siqueira à Coluna do Estadão.

No Twitter, Gleisi compartilhou a fala do presidente do PSB e expôs que o centro do imbróglio entre os dois partidos é a prefeitura do Recife e a pré-candidatura de Marília Arraes. "Foi pensando no Brasil que o PT abriu mão de lançar Marília Arraes e apoiou o PSB ao governo de Pernambuco em 2018. Mas parece que para o PSB a esquerda só pode se unir se apoiar o candidato deles à prefeitura do Recife", escreveu. 

 

Nas eleições gerais de 2018, Marília Arraes se colocou a disposição do diretório estadual do PT para concorrer ao Governo do Estado. Mas por fruto de uma articulação envolvendo petistas e socialistas a época seu nome foi retirado e o PT passou a apoiar a campanha a reeleição do governador Paulo Câmara e apoios foram trocados em outros Estados. Nacionalmente o PSB declarou neutralidade nas eleições presidenciais. 

Neste ano, para as disputas municipais, Marília Arraes colocou novamente seu nome a disposição do partido para concorrer, mas desta vez ao cargo de prefeita. No Recife, o PSB conclui o segundo mandato do prefeito Geraldo Julio e tenta implacar João Campos, primo de Marília, como candidato a sucessão. Marília Arraes travou uma intensa disputa com os diretórios estadual e municipal para se viabilizar pré-candidata e tendo conseguido o apoio da Executiva Nacional do PT para concorrer neste ano, já segue em ritmo de pré-campanha. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: Entenda por que a inflação dos alimentos disparou
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #259 O que é uma planta?
Rhaldney Santos entrevista Rodrigo Novaes e Otaviano Maroja
Rhaldney Santos entrevista o desembargador do TJPE Erik Simões
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco